APS PLUS DE 3.000 PERSONNES VACCINÉES DANS LA RÉGION DE THIÈS APS SÉDHIOU : DES VIVRES ET DES PRODUITS HYGIÉNIQUES POUR PLUS DE 300 TALIBÉS APS VINGT-CINQ VILLAGES DE SANDIARA ACCÈDENT À L’EAU POTABLE MAP CAN 2021-U20 (demi-finale): L’Ouganda bat la Tunisie par 4-1 et se qualifie pour la finale AIP Côte d’Ivoire-AIP/ L’OSEFF organise une séance de dépistage des cancers du sein et du col de l’utérus AIP Côte d’Ivoire-AIP/Quinze cas de Covid-19 enregistrés depuis janvier dans l’Indénié-Djuablin AIP Communiqué du Ministère de la Santé et de l’Hygiène Publique « Point de la situation de la COVID-19 au 1er/03/2021 » AIP Côte d’Ivoire-AIP/ La Confédération des professionnels de la filière bovine s’installe à Séguéla AIP Côte d’Ivoire – AIP/ Législatives 2021 : la chefferie traditionnelle de Séguéla et la CNDHCI pour un scrutin apaisé AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Le projet de déploiement de la SOTRA à Bouaké effectif à la prochaine rentrée scolaire

IPC apresenta catálogo do Inventário do Património Cultural Imaterial da Ribeira Grande de Santiago


  27 Janvier      12        Arts & Cultures (1479), Société (29335),

   

Cidade da Praia, 27 Jan (Inforpress) – O Instituto do Património Cultural apresentou terça-feira o catálogo do inventário do património cultural imaterial da ribeira grande de santiago, um documento que se afigura como um dos produtos do inventário de base comunitária no domínio do património cultural imaterial.
A apresentação do documento, que teve lugar nas instalações do Centro Cultural da Cidade Velha, no município de Ribeira Grande de Santiago, esteve a cargo da directora do Património Imaterial do IPC, Sandra Mascarenhas, também coordenadora do projecto.
Este catálogo, segundo o IPC, é o resultado de um processo liderado por membros das comunidades de Salineiro, Calabaceira e Centro Histórico e teve ainda o apoio de entidades e organizações não-governamentais locais.
“Um dos objectivos da sua elaboração foi o reconhecimento do papel das comunidades como obreiras no processo de salvaguarda do património local, capacitando-as para a elaboração e prática do inventário do seu património cultural imaterial”, informou a coordenadora do projecto.
Esse conjunto manifesta-se em domínios como tradições e expressões orais, incluindo a língua, enquanto vector de transmissão, artes do espectáculo, práticas sociais, rituais e eventos festivos, conhecimentos e práticas relacionadas com a natureza e as aptidões ligadas ao artesanato tradicional.
“O catálogo sistematiza as informações mais expressivas do inventário e pretende consciencializar as comunidades locais para a importância do património imaterial enquanto identidade partilhada, que as conecta aos seus antepassados e deve ser legada às gerações vindouras, criando uma ponte passado-presente-futuro, passível de potenciar o desenvolvimento sustentável e a melhoria das condições de vida dos locais”, precisou.
Na altura da primeira apresentação, em Novembro de 2020, a coordenadora do projecto, Sandra Mascarenhas, dissera à Inforpress que depois desta inventariação, caberá à direcção do Património Imaterial do IPC a responsabilidade de empreender as medidas de salvaguarda, visando a viabilidade e revitalização do património imaterial nos seus diferentes aspectos.
Isto é, através do processo de inventário tendo em vista a sua classificação, salvaguarda e, no plano internacional, a inscrição de bens culturais nacionais na Lista Representativa da Unesco.
Além da caracterização dos domínios e tipologias das manifestações dos PCI, no catálogo realizado nas três comunidades pertencentes ao município de Ribeira Grande de Santiago, também foram identificados os que se encontram em risco e estipuladas as potenciais medidas para a sua salvaguarda.
Este inventário enquadra-se na estratégia global da UNESCO de reforço das capacidades dos países para a implementação da Convenção de 2003, em particular, o programa “Reforço das capacidades dos países lusófonos da África para implementação da Convenção de 2003”.

Dans la même catégorie