Inforpress Basquetebol: Selecção masculina sobe 26 posições no ranking da FIBA e está entre os 100 melhores do mundo Inforpress Ano Judicial: PR diz que “excessiva morosidade processual” é o “maior problema” do sector da Justiça AGP Labé : le projet HSD lance ses activités de formation des prestataires de santé AIP Les sociétés coopératives commercialisent trois fois plus de cacao que les traitants à Gagnoa en 2020-2021 (Conseil café-cacao) ANG ANG/Primeiro-ministro diz esperar aprovação do OGE/2022 ATOP LANCEMENT OFFICIEL DU PROJET DE RÉHABILITATION ET DE RENFORCEMENT DU SYSTÈME D’ADDUCTION D’EAU À SODO ATOP PLAN INTERNATIONAL TOGO ET SES PARTENAIRES ONT CELEBRE L’EVENEMENT A SOKO-TOMETY ATOP LE PDC DE SOTOUBOUA 1 VALIDE AIP ACF lance le projet Act-Femmes à Ferkessédougou AIP Interview/ Pdt Huawei Afrique de l’Ouest : « Nous avons misé sur les talents locaux au Bénin »

José Maria Neves é vencedor do Prémio Carreira IV edição da Gala Prémios da Lusofonia


  26 Octobre      35        Société (37138),

   

Cidade da Praia, 26 Out (Inforpress) – O antigo primeiro-ministro, José Maria Neves, é o vencedor do Prémio Carreira, que lhe vai ser entregue durante a IV edição da Gala Prémios da Lusofonia, que se realiza este sábado, em Portugal.

Segundo a organização do evento, a atribuição deste prémio a José Maria Neves afigura-se como um “acto de reconhecimento de todo um trajecto de mérito, cidadania avançada e de respeito pelos cidadãos de Cabo Verde, da Lusofonia e do mundo global”.

A Inforpress tentou ouvir José Maria Neves sobre o referido prémio, mas sem sucesso. Entretanto, numa curta mensagem na sua página oficial do Facebook limitou-se a dizer que se sente “honrado”.

A administração da Gala Prémios da Lusofonia justifica esta distinção como o “continuado magistério, da mais elevada cidadania, desenvolvido por José Maria Neves, quer no desempenho das funções de primeiro-ministro de Cabo-Verde, quer no desempenho das suas outras relevantes e altas missões públicas quer, ainda, enquanto activo e empenhado cidadão do mundo”.

“Sempre deu o exemplo de uma governança esclarecida, respeitadora dos direitos, liberdades e garantias, na defesa da liberdade dos povos, na activa contribuição para um relacionamento de respeito mútuo entre os povos da lusofonia e os povos de todos os continentes”, sublinhou a organização, acrescentando que Neves “protagonizou a permanente contribuição para o reforço da cidadania das culturas de língua portuguesa”.

A organização conclui que a atribuição do tal prémio afigura-se como um “acto de reconhecimento de todo um trajecto de mérito, cidadania avançada e de respeito pelos cidadãos de Cabo-Verde, da Lusofonia e do mundo global”.

“O universo da lusofonia e da língua portuguesa tem a dimensão do sonho e todos os grandes sonhos são inesgotáveis”, diz.

José Maria Neves nasceu em Santa Catarina, Cabo Verde. Foi deputado e vice-presidente da Assembleia Nacional de Cabo Verde; presidente da câmara municipal de Santa Catarina e, de 2001 a 2016, foi primeiro-ministro, sempre representando o PAICV (Partido Africano da Independência de Cabo Verde).

Entre muitas outras honrarias de mérito e destaque foi condecorado por boa governação e desenvolvimento sustentável pela Fundação Getúlio Vargas, no Brasil; recebeu a Medalha de Grã-Cruz da Ordem do Rio Branco, atribuída em 2009 pelo Presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva. Foi, ainda, seleccionado como a personalidade mais confiável na política em Cabo-Verde pela Afro-Sondagem.

LC/ZS

Dans la même catégorie