ACP Kisangani : les responsables des services étatiques et paraétatiques sensibilisés sur les comités de suivi et d’éveil contre la Covid-19 ACP Unilu : 2 chercheurs proposent un protocole contre la COVID-19 ACP Le prof Muyembe confirme la deuxième vague sévère de covid-19 en RDC après une tournée effectuée dans les CTCO de Kinshasa ACP Echange de la ministre du Genre avec une délégation d’artistes féminins autour des violences faites à la femme ACP Célébration de la journée internationale des personnes vivant avec handicap au Tanganyika ACP Adoption de projet de l’économie du budget rectificatif de la province du Haut-Katanga exercice 2019 ACP Le ministre provincial du budget préoccupé par le projet d’édit budgétaire de l’exercice 2020 ACP Ouverture mardi d’une adjudication des bons du trésor de 15 milliards CDF ACP Présentation des représentants des énarques et des jeunes professionnels du ministère du Plan ACP Appréciation à l’indicatif du Franc congolais au cours de la semaine du 30 novembre au 6 décembre 2020

José Maria Neves é vencedor do Prémio Carreira IV edição da Gala Prémios da Lusofonia


  26 Octobre      15        Société (25596),

   

Cidade da Praia, 26 Out (Inforpress) – O antigo primeiro-ministro, José Maria Neves, é o vencedor do Prémio Carreira, que lhe vai ser entregue durante a IV edição da Gala Prémios da Lusofonia, que se realiza este sábado, em Portugal.

Segundo a organização do evento, a atribuição deste prémio a José Maria Neves afigura-se como um “acto de reconhecimento de todo um trajecto de mérito, cidadania avançada e de respeito pelos cidadãos de Cabo Verde, da Lusofonia e do mundo global”.

A Inforpress tentou ouvir José Maria Neves sobre o referido prémio, mas sem sucesso. Entretanto, numa curta mensagem na sua página oficial do Facebook limitou-se a dizer que se sente “honrado”.

A administração da Gala Prémios da Lusofonia justifica esta distinção como o “continuado magistério, da mais elevada cidadania, desenvolvido por José Maria Neves, quer no desempenho das funções de primeiro-ministro de Cabo-Verde, quer no desempenho das suas outras relevantes e altas missões públicas quer, ainda, enquanto activo e empenhado cidadão do mundo”.

“Sempre deu o exemplo de uma governança esclarecida, respeitadora dos direitos, liberdades e garantias, na defesa da liberdade dos povos, na activa contribuição para um relacionamento de respeito mútuo entre os povos da lusofonia e os povos de todos os continentes”, sublinhou a organização, acrescentando que Neves “protagonizou a permanente contribuição para o reforço da cidadania das culturas de língua portuguesa”.

A organização conclui que a atribuição do tal prémio afigura-se como um “acto de reconhecimento de todo um trajecto de mérito, cidadania avançada e de respeito pelos cidadãos de Cabo-Verde, da Lusofonia e do mundo global”.

“O universo da lusofonia e da língua portuguesa tem a dimensão do sonho e todos os grandes sonhos são inesgotáveis”, diz.

José Maria Neves nasceu em Santa Catarina, Cabo Verde. Foi deputado e vice-presidente da Assembleia Nacional de Cabo Verde; presidente da câmara municipal de Santa Catarina e, de 2001 a 2016, foi primeiro-ministro, sempre representando o PAICV (Partido Africano da Independência de Cabo Verde).

Entre muitas outras honrarias de mérito e destaque foi condecorado por boa governação e desenvolvimento sustentável pela Fundação Getúlio Vargas, no Brasil; recebeu a Medalha de Grã-Cruz da Ordem do Rio Branco, atribuída em 2009 pelo Presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva. Foi, ainda, seleccionado como a personalidade mais confiável na política em Cabo-Verde pela Afro-Sondagem.

LC/ZS

Dans la même catégorie