MAP Clôture à Abidjan du Salon des collectivités territoriales : le stand du Maroc primé «Meilleur stand» MAP Le Nigeria et l’UNICEF signent un protocole de transfert pour protéger les enfants rencontrés lors d’opérations militaires MAP Présidentielle au Nigeria: Des milliers de partisans de Peter Obi défilent à Lagos MAP Le FACDI, un incubateur pour le développement de la coopération Sud-Sud MAP Abidjan : séance de travail sur le projet de sauvegarde et de valorisation de la baie de Cocody MAP Burkina: Damiba appelle les militaires à « revenir à la raison » MAP Election présidentielle au Nigeria: Quatre candidats s’engagent pour la « paix » civile GNA Justice system to be more robust, dependable, and acceptable – Chief Justice GNA The pact with Rabat is in Force- Head of Spanish Diplomacy GNA ECG extends weekend working hours over prepayment challenge

Literatura/PEN-Guiné-Bissau lança concurso sobre “Conto Tradicional”


  19 Octobre      134        Culture (801),

   

Bissau, 19 Out 20 (ANG) – A Associação de Poetas, Ensaístas e Romancistas(PEN-Guiné-Bissau) lançou esta segunda-feira o primeiro concurso literário na categoria de Conto Tradicional, com o objectivo de recolher, transcrever,, divulgar e conservar o rico conto oral tradicional guineense para o escrito.
Na ocasião, o Presidente do PEN-Guiné-Bissau, Abdulai Silá disse que é muito importante que o hábito de leitura e contacto com livro sejam promovidos, ou então que se vele para que a boa tradição e o património cultural guineense seja preservado.

Lembrou que no passado, o país organizava um concurso literário denominado José Carlos Schwartz e que agora não existe mais.

Para Sila é importante que haja regularmente eventos do gênero para proporcionar aos que escrevem motivos adicionais para tal, produzindo assim mais livros, a fim de desbloquear um dos pontos de estrangulamentos no âmbito da promoção do hábito à leitura.

Abdulai Silá afirmou que os contos literários estão a perder cada vez mais espaço, frisando que há novas oportunidades que surgem que fazem com que haja menos contadores da história e pessoas menos interessadas em ouvi-las.

“Sem leitores não há livros e sem audiências não há contos tradicionais. O conto tradicional tem um peso relevante sobretudo ao nível pessoal e colectivo, também ajuda a moldar a personalidade do cidadão, desde a tenra idade, a apreender o injusto e o justo, do mau e do bom e a emitir juízo de valores a certos acontecimentos de ponto de vista social, “ justificou.

O Presidente do PEN entregou na ocasião três tablets à um grupo de jovens leitores pertencente ao clube de “Amor a Leitura”.

O concurso hoje aberto recebe contos concorrentes até ao 19 de Novembro, e a entrega de prémios está prevista para segunda semana de Dezembro deste ano. O concurso está aberto à todos os interessados excepto aos membros inscritos da PEN-GB

A PEN que na língua inglesa significa (Poets, Essayists, Novelists) foi fundada em Londres em 1921, e é uma associação internacional constituída inicialmente só por escritores, mas atualmente congrega no seu seio jornalistas, editores, tradutores e bloguistas.

Dans la même catégorie