GNA One dead, three injured in Volta Region secessionist disturbance AIP Visite d’Etat dans la Marahoué : Plaidoyer pour un appui technique et financier aux femmes du vivrier de Zuénoula AIP Alassane Ouattara invite les jeunes au travail pour consolider la paix AIP Identification: Le DG de l’ONECI à Bouaké pour s’enquérir de la situation de l’opération sur le terrain AIP Le secrétaire d’État chargé du service civique vante les mérites de son département AIP Des blogueuses se forment à la prévention des discours de haine sur les réseaux sociaux AIP La coordination RHDP du Kabadougou lance sa précampagne AIP Deux comités de veille et de prévention des conflits installés à Bondoukou APS DES JEUNES PÉPITES DE LA CAN U17 COMMENCENT À QUITTER LEUR NID APS BAISSE DE PLUS DE 50 % DES NOUVEAUX CAS DE COVID DANS AU MOINS 6 PAYS AFRICAINS

Maio: Associação Tabanca Djarmay almeja construir “Casa-Museu da Tabanca do Maio”


  2 Septembre      10        Société (23113),

   

Porto Inglês, 02 Set (Inforpress) – A Associação Tabanca Djarmay almeja iniciar, ainda este ano, a construção da “Casa-Museu da Tabanca do Maio”, na cidade de Porto Inglês, para preservar, promover e valorizar esta manifestação cultural considerada a mais antiga e popular da ilha.

Para concretizar este objectivo a Associação Tabanca Djarmay rubricou na semana passada, uma parceria com a Câmara Municipal do Maio, na qual a autarquia maiense comprometeu atribuir um lote de terreno na zona de Montinho de Lume, na cidade do Poto Inglês, nas imediações do parque da ribeira de Fontona, por forma a permitir aquela organização construir a sua sede.

Esta parceria que engloba o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, através do Instituto do Património Cultural, visa promover, salvaguardar e revitalizar este importante património cultural imaterial, indissociável à vivência sociocultural e centenária da ilha do Maio, que vem enfrentando alguns constrangimentos e riscos próprios associados à dinâmica da modernidade.

Em declarações à Inforpress, o presidente da Associação Tabanca Djamay, Luís António Freire, assegurou que o referido lote de terreno destina-se, exclusivamente, à edificação da “Casa-Museu da Tabanca do Maio”, o que considera ser algo necessário para afirmação daquela manifestação cultural mais antiga da ilha.

Aquele representante disse ainda que este é um sonho antigo das pessoas que festejam a tabanca na ilha de terem um espaço próprio onde poderão organizar as suas festas, mas também de guardarem todo o espólio conseguido ao longo de todo esse tempo.

“Além disso, pretendemos que este espaço venha ser um lugar onde as pessoas vindas de fora e mesmo turistas internacionais que visitam a nossa ilha e que estejam interessadas em conhecer a cultura da ilha possam deslocar até ali e disfrutar um pouco de como é organizado esta festa”, salientou.

Luís Freire avançou ainda que, neste momento, todo o processo de elaboração da engenharia da construção do edifício está a ser tratado pela edilidade maiense para de seguida ser entregue junto do Instituto de Património Cultural com vista a poderem conseguir algum financiamento para edificação do referido espaço.

De todo modo, afiançou que estão a contar com o apoio de todos os membros da associação, assim como de todas as pessoas que gostam desta manifestação cultural, estando a residir na ilha ou fora dela e até no exterior.

Luís Freire fez saber ainda que a intenção da associação é iniciar com os trabalhos ainda este ano, caso tudo estiver em conformidade, tendo em conta a utilidade deste espaço para preservação da tabanca na ilha.

Dans la même catégorie