AIP Zohoré Lassane élu président du GEPCI AIP Le secteur minier ivoirien est en pleine expansion (Responsable) AIP Inter/ En 2020, l’exploitation de l’or a rapporté près de 2000 milliards FCFA au Burkina Faso (Ministre) AIP Mise en place d’un comité de pilotage du projet de construction d’un commissariat à Bonoua AIP Le préfet Beudjé annonce aux populations, son départ de Bouaflé AIP Inter/ Présidentielle en Ouganda : Yoweri Museveni déclaré vainqueur par la Commission électorale ABP Gouvernance : La quasi-totalité des béninois aura accès à l’eau potable, rassure Patrice Talon ABP Agriculture : Séance d’explication du mécanisme de soutien du FNDA aux producteurs de l’Alibori ABP Education : La 3ème édition de la rentrée solennelle des Masters professionnels de l’année 2021 de la faculté de droit de l’Université de Parakou lancée ABP Gouvernance / Patrice Talon annonce sa candidature pour l’élection présidentielle de 2021

Maio: Ministério da Agricultura e Ambiente realiza feira de produtos agro-pecuários e de artesanato


  23 Décembre      12        Agriculture (1824),

   

Porto Inglês, 23 Dez (Inforpress) – A Delegação do Ministério da Agricultura e Ambiente realiza de hoje e quarta-feira, 23, uma feira de produtos agro-pecuários e de artesanato, com vista a proporcionar aos maienses diversidade de produtos alimentares e lembranças para esta época festiva.

Segundo a representante da organização, Ludvina Silva, a iniciativa vem na sequência do plano de actividade que aquela instituição traçou para o presente ano, com vista a proporcionar tanto aos maienses a possibilidade de terem num único espaço praticamente tudo o que precisam para esta quadra festiva e, por outro lado, possibilitar aos feirantes uma oportunidade de negócio.

Conforme explicou, neste primeiro dia registou-se uma “adesão normal” das pessoas, “até um pouco acima do esperado”, pelo que a expectativa “é boa” para dois dias.

Ludvina Silva considerou que a feira também serve para mostrar que a ilha tem “grande potencial” no sector agrícola, pecuário e na pesca, além de produtos derivados da transformação e de artesanato.

Salientou ainda que foram tomadas todas precauções relativamente à prevenção da covid-19.

Por seu lado, a feirante Margarida Ribeiro enalteceu esta iniciativa, “um bom momento para comercializar” os seus produtos, principalmente agro-pecuários que no seu caso tem sido destaque na feira, frisando que praticamente tudo é produzido localmente.

“Trouxe mandioca, batata-doce e carne de cabra, entre outros, tudo produzido aqui na ilha, excepto cenoura que comprei na Cidade da Praia, o que demonstra que este ano estamos a ter uma boa produção local”, informou.

Por outro lado, a feirante Rosalina Silva, que está a representar a Queijaria Don João, disse que esta é uma forma de confraternização entre os participantes, além de constituir uma oportunidade de negócio nesta época festiva.

Segundo afiançou, este ano a produção de queijo tem sido boa, mas os produtores deparam-se com problemas de escoamento no mercado local.

WN/AA

Dans la même catégorie