GNA Two Districts in Central Region to benefit from COVID-19 vaccination GNA More malaria deaths recorded amid Covid-19 pandemic GNA South Tongu MP donates to Dabala Senior High Technical School GNA Zakat Sadaqa Trust Fund awards 25 personalities in Western Region APS RÉHABILITATION ARCHITECTURAL DE SAINT-LOUIS : LE MAIRE ÉVOQUE DES SUCCESSIONS DIFFICILES APS L’UCAD, « FIÈRE » DE SES ANCIENS ÉTUDIANTS DEVENUS PRÉSIDENTS, « EST EN TRAIN DE SE CONSOLIDER » (RECTEUR) APS SÉDHIOU : LE BOUDIÉ MOBILISÉ CONTRE LE COVID-19 GNA Chirano Gold Mine gives Scholarship to 30 tertiary students APS DES MISSIONS LOCALES DE L’EMPLOI ET DE L’ENTREPRENARIAT INSTALLÉES À TAMBACOUNDA APS COVID-19 : LE BILAN QUOTIDIEN FAIT ÉTAT DE 265 NOUVELLES INFECTIONS

Maio: Percurso histórico da Tabanka Santa Cruz vai ser retratado em documentário


  11 Février      13        Culture (652),

   

Porto Inglês, 11 Fev (Inforpress) – A Tabanka de Santa Cruz, uma das mais antigas da ilha do Maio, vai ser “brevemente” retratada em documentário, como forma de divulgar esta manifestação ancestral dos maienses, no País e além-fronteira.
Esta informação foi avançada hoje à Inforpress por um dos promotores desta iniciativa, o artista maiense Adé da Costa, que reside em Barcelona (Espanha), e que se encontra de férias na terra natal, para quem a tabanka da ilha do Maio, por ser uma das manifestações culturais mais antiga da ilha e que aglomera muitas pessoas durante praticamente um mês de festa e convívio entre as pessoas, merece uma atenção especial.
Conforme explicou o promotor, as pessoas vão ter a possibilidade de entender melhor a diferença entre a forma como era festejada no passado e como tem sido nos últimos anos, tendo em conta que tiveram a preocupação de ouvir depoimentos, sobretudo, das mulheres mais idosas e que sempre festejaram esta manifestação cultural, mas que hoje, devido a idade, não a fazem.
Uma outra questão que o referido documentário vai abordar, é um suposto “desentendimento” existente entre os festeiros e a equipa camarária, que nos meados dos anos 90 liderava a autarquia, altura em que a festa do município era celebrada a 03 de Maio e que passou para 08 de Setembro.
De acorocm o promotor, essa situação vai ser esclarecido, visto que também ouviram a posição do presidente da câmara na altura, Amílcar Andrade.
Adé da Costa fez saber ainda que o referido documentário vai fazer um enquadramento do contexto político e social em que surgiu esta manifestação cultural, lembrando que no passado havia uma certa ligação com os festeiros da ilha de Santiago, em especial com a tabanka do município de Santa Cruz, que proporcionava intercâmbios entre este dois municípios e grupos.
“Temos uma particularidade, porque segundo os participantes neste documentário, existe uma forma peculiar de brincar a tabanka na ilha do Maio, porque garantiram que existe uma marcha que é específica da ilha, além da forma como também era confeccionado os tambores, muitos deles eram feitos com troncos de coqueiros”, notou.
A mesma fonte disse ainda que a ideia de realizar este documentário surgiu por acaso, aquando da gravação da sua música que faz uma homenagem a esta manifestação cultural, durante a qual depararam que haviam algumas questões que precisam ser aprofundadas, pelo que lançaram este desfio que já está bem encaminhado.
Como forma de brindar os maienses, e principal os festeiros da tabanka de Santa Cruz da cidade do Porto Inglês, Adé da Costa frisou que pretendem lançar este documentário por altura da festa da tabanka, no final do mês de Abril, embora disse que ainda não determinaram como vai ser.
O artista garantiu que os maienses e todos os que gostam desta manifestação poderão ter acesso ao mesmo, através de plataformas digitais, visto que a intenção não é comercial.
“Acredito que vamos dar um bom contributo para o melhor conhecimento deste movimento cultural e quiçá contribuir que ela venha a ser um bom produto cultural e turístico da ilha”, salientou, ressalvando que estão a trabalhar com a edilidade neste sentido, para “uma melhor organização desta manifestação cultural”, conclui.

Dans la même catégorie