AIP Côte d’Ivoire-AIP/Des kits scolaires remis aux enfants d’employés d’une parfumerie ANGOP Covid-19: Angola regista 79 novos casos GNA Let NPP’s collective goal override your personal interests – Bawumia GNA Government to revamp Yendi, Navrongo, Mole airstrips in October GNA RMU to set up Centre of Distance Learning GNA Ghana Standards Authority trains 40 Extension officers in Ashanti Region GNA Tears flow as court remands alleged secessionists GNA Deputy Trade Minister launches second edition of Ghana Women Entrepreneurs Summit GNA Shelter for Domestic Violence survivors to be ready by close of year GNA Secessionist Activities: NPP urges unity to address challenge

Ministro da saúde garante que em Cabo Verde morre em média uma pessoa em cada 36 horas com problemas pulmonares


  5 Août      13        Santé (7478),

   

Cidade da Praia, 05 Ago (Inforpress) – O ministro da Saúde e Segurança Social disse, hoje, que em média morre uma pessoa em cada 36 horas no país com problemas pulmonares.
Arlindo do Rosário fez essa afirmação quando convidado pelos jornalistas a falar da taxa de mortalidade em Cabo Verde por Covid-19.
O governante, que explicou a diferença entre a taxa de mortalidade e de letalidade, que varia em função do número de diagnosticado, avançou que a taxa de mortalidade no País é a volta de 1 por cento%, pelo que considerou que este número está fora do que é esperado.
“A maior parte das pessoas que faleceram devido a Covid-19, independentemente da idade, morreram devido a outras patologias, que acabaram por agravar o seu estado de saúde, como o caso das doenças pulmonares”, disse.
Sublinhou ainda que em Cabo Verde, quando as pessoas que contraíram o Covid-19 morrem por complicações das outras patologias é considerado como óbito por Covid-19, o que não acontece em outras paragens do mundo.
A doença por Covid-19, segundo disse, é muito mais que pulmonar, uma vez que, adiantou, interfere em todo o sistema de coagulação sanguínea e pode originar situação de trombose e insuficiência das paredes vasculares que cria condições para se desenvolver aneurisma.
Neste âmbito, alerta que os jovens não estão imunes e os convida a se protegerem para poderem prevenir da doença.

Dans la même catégorie