APS LOUGA : 98% DES HABITANTS ONT ACCÈS À L’EAU POTABLE (DIRECTEUR SDE) APS LE BEC-DE-LIÈVRE, UNE MALADIE « SOUS-ÉVALUÉE » AU SÉNÉGAL (CHIRURGIENNE) GNA Chinese company ordered to stop operation after woman got electrocuted GNA IMMILAC holds induction ceremony and end of year get-together GNA African governments must prioritise agro-ecology in climate change strategies MAP Kenya: Arrestation à Mombasa d’un puissant homme d’affaires en possession d’un kilogramme d’héroïne MAP Une quarantaine de pays africains participent à la Conférence ministérielle africaine sur l’appui de l’Union Africaine au processus des Nations Unies sur le différend régional au sujet du Sahara marocain, prévue demain à Marrakech APS MODERNISATION DES MARCHÉS : L’UNACOIS-JAPPO RAPPELLE LES INSTRUCTIONS DU CHEF DE L’ETAT AIP Côte d’Ivoire: Les légionnaires de Marie du diocèse de Man se retrouvent à Biankouma pour leur bilan annuel APS LE SÉNÉGAL AU CONCOURS DE DICTÉE PAUL GÉRIN LA JOIE AVEC MOUHAMED GAYE ET SOLENNE COLY

Música: Grito Rock Praia começa hoje com apresentação do livro “Cabo Verde Band”


  29 Mars      75        Arts & Cultures (2420), Musique (449),

   

Cidade da Praia, 29 Mar (Inforpress) – A quinta edição do festival “Grito Rock Praia 2017” inicia-se hoje com uma tertúlia e apresentação do livro “Cabo Verde Band”, da autoria de Carlos Filipe Gonçalves, às 17:30, no Palácio da Cultura Ildo Lobo, na Cidade da Praia.

Em entrevista à Inforpress, o autor que é músico, jornalista e investigador, avançou que a ideia partiu da organização “Grito Rock” para apresentar o “Cabo Verde Band” a uma camada mais jovem, uma vez, que a obra já foi exposta em tempos anteriores.

“A organização me convidou e eu aceitei. Sabemos que, actualmente, há pouca leitura e nós podemos despertar o interesse dos mais jovens para a leitura”, sublinhou.

O livro de 150 páginas e com mais de 100 fotografias, segundo Carlos Gonçalves, retrata história da música cabo-verdiana em vários capítulos, nomeadamente morna, coladeira, instrumentos musicais e discografia, que “enriquece” a melodia no país.

Explicou ainda que o livro está no mercado há alguns anos e pode servir para o ensino nas escolas, uma vez que é uma edição do Arquivo Histórico Nacional e possui história sobre a cultura de Cabo Verde.

“Cabo Verde Band traz uma certa organização à música cabo-verdiana, pois, todos os temas desenvolvidos no livro têm uma base bibliográfica”, enfatizou.

A obra, que traz todo o percurso da música no arquipélago, vai ser apresentada pelo professor Manuel Brito Semedo, no âmbito do festival “Grito Rock Praia 2017” que inicia hoje e vai até 08 de Abril.

O certame deste ano homenageia o violonista Henrique Teixeira e traz, pela primeira vez, vozes femininas para o seu palco, denominado “Grito Rock Mulher”.

Em programação, o festival conta com workshops, teatro, música, “Grito Rock Mulher” e um “Mini Grito” com participação de escolas do ensino básico da Praia, para angariação de materiais didácticos que vão ser revertidos para escolas de desporto mais carenciadas.

Para 08 de Abril, dia do encerramento do certame, está agendada a actuação de grupos nacionais como Primitive, Kira Tavares e Bons Amigos, Afro Bande, e bandas internacionais, duas do Brasil, uma de Angola e uma das Canárias.

AF/CP

Dans la même catégorie