APS VERS ’’DES DISPOSITIONS PRATIQUES » POUR LE « PAIEMENT SYSTÉMATIQUE’’ DES INDEMNITÉS DES EXAMENS ET CONCOURS APS SÉCURITÉ DE PROXIMITÉ : MACKY SALL PROLONGE D’UN AN LES CONTRATS DES AGENTS DE LA PROMOTION 2014 APS LA DEUXIÈME PHASE DE LA CMU SERA LANCÉE CETTE ANNÉE, SELON MACKY SALL APS A CAUSE DU COVID-19, LE GOUVERNEMENT SUSPEND SES CONFÉRENCES BIMENSUELLES JUSQU’À NOUVEL ORDRE APS ARACHIDE : À KAOLACK, LA SONACOS EST EN RETARD SUR SES OBJECTIFS DE COLLECTE (DIRECTEUR) APS L’UNICEF OFFRE DES KITS SCOLAIRES À DES ÉLÈVES DE FAMILLES VULNÉRABLES DE ZIGUINCHOR GNA Kotoko moves to third place on league log after beating Dwarfs GNA Ayebeng Memorial Kindergarten Block gets facelift GNA Avoid over enrollment of school pupils- Director of Education GNA Parliament stands down motion to suspend payment of university fees

Natação: Cabo Verde fez história ao realizar primeiro campeonato nacional da modalidade – responsável


  29 Décembre      14        Société (27506),

   

Cidade da Praia, 29 Dez (Inforpress) – O presidente da Federação Cabo-verdiana de Natação (FCN), Avelino Bonifácio, considerou hoje que Cabo Verde fez história ao realizar este domingo, 27, o primeiro campeonato nacional da modalidade.

Em declarações à Inforpress para balanço da prova, que aconteceu no mar de Praia-Baixo, no concelho de São Domingos, Avelino Bonifácio disse que os atletas, as cinco ilhas representadas e a localidade que recebeu a prova “ficam na história” da natação cabo-verdiana.

Por isso, considerou que o balanço é “positivo” por ser o primeiro campeonato de natação realizado no País e também porque foi preparado num tempo “muito curto”, devido ao compromisso assumido com a federação internacional em realizar a prova antes do final do ano.

“Estamos satisfeitos porque dos 14 atletas que participaram apenas quatro não conseguiram terminar os cinco mil metros dentro das exigências, ou seja, um atleta é excluído se chegar 15 minutos depois do vencedor”, explicou Avelino Bonifácio.

Por outro lado, realçou ainda o facto de ter participado na competição campeões regionais de Maio e São Vicente, as duas ilhas que conseguiram realizar as respectivas provas regionais.

“Tendo em conta a situação da pandemia e porque o mar esteve fechado por muito tempo as outras ilhas não conseguiram realizar as provas regionais”, justificou Avelino Bonifácio.

Mesmo assim, considerou que, em termos organizativos, o balanço é igualmente satisfatório, constatação que, segundo o presidente da FCN, é também do representante da federação internacional da modalidade,

Para a realização do campeonato nacional, que teve a supervisão da Federação Internacional de Natação (FINA), o responsável máximo da natação cabo-verdiana informou que contaram com a autorização prévia da Direcção Nacional da Saúde, do Instituto do Desporto e da Juventude (IDJ) e do Instituto Marítimo Portuário (IMP).

O nadador espanhol Javier Tugerano, residente na ilha do Maio, venceu a prova realizada em Praia Baixo, no concelho de São Domingos, mas perdeu o título por não ter cidadania cabo-verdiana.

Javier Tugerano fez em uma hora e 49 minutos os cinco quilómetros da competição que contou com a participação de 14 nadadores em representação das ilhas do Maio, Boa Vista, Sal, São Vicente e Santiago.

Em segundo lugar ficou o atleta Stiven Lima da ilha da Boa Vista e na terceira posição o tarrafalense Gervásio Silva.

De acordo com a Federação Nacional de Natação, pelo facto de o vencedor da prova não ser um cidadão cabo-verdiano o título de campeão nacional foi atribuído ao boavistense Stiven Lima, que ficou na segunda posição.

A prova, que inicialmente estava prevista para o dia 17 de Dezembro, teve de ser adiada por causa de constrangimentos ligados à logística, contou com o financiamento da Federação Internacional de Natação (FINA).

Dans la même catégorie