GNA Queen of Ho Dome honours two nurses GNA COVID-19: Nurse dies in Bolgatanga GNA Nurse welcomes new babies in Bolgatanga with gifts GNA FDA to harmonize importer TIN and product registration numbers AIP Un mort dans un accident de la circulation à Ferkessédougou AIP Dao Gabala : l’activiste devenue « Femme fort » du football (Portrait) AIP Le lycée Gaston Ouassénan Koné de Katiola organise des devoirs groupés pour le premier semestre AIP Le chef de l’antenne pédagogique et de la formation continue de Katiola s’enquiert des besoins des enseignants AIP Le kilogramme du cacao acheté à 900 FCFA à Grabo AIP Covid-19 : La DAARA fait don de kits d’hygiène à plusieurs établissements de Tabou

Níger/Mohammed Bazoum e Mahamane Ousmane, na segunda volta das presidenciais de 20 de fevereiro


  4 Janvier      18        Politique (14220),

   

Bissau, 04 Jan 21 (ANG) – Mohammed Bazoum e Mahamane Ousmane são os dois classificados para a segunda volta das eleições presidenciais do dia 20 de fevereiro, no Níger.

Mohammed Bazoum, candidato do partido no poder, obteve mais de 39% na primeira volta das presidenciais de domingo, enquanto, Mahamane Ousmane, conseguiu 16,6% dos sufrágios, num escrutínio presidencial que contava com cerca de 30 candidatos.

Em terceiro lugar, Seini Oumarou, que foi Alto representante do presidente cessante, Mahamadou Issoufou.

Participavam nestas presidenciais cerca de 30 candidatos que na sua esmagadora maioria conseguiram menos de 5% dos votos.

Assim, a segunda volta das presidenciais será entre Mohammed Bazoum e Mahamane Ousmane, anunciada para 20 de fevereiro.

Registou-se uma taxa de participação de 69%, segundo anunciou a Comissão eleitoral nacional independente, sublinhando que esses resultados foram enviados ao Tribunal constitucional para a decisão final.

Mohammed Bazoum, 60 anos, era o braço direito do presidente cessante Mahamadou Issoufou, um dos fundadores do partido no poder, PNDS e antigo ministro dos Negócios estrangeiros e do Interior do Níger.

Por seu lado, Mahamane Ousmane, é antigo Presidente eleito em 1993 e derrubado por um golpe de Estado, 1996 e antigo candidato presidencial em 2016.

No passado domingo, houve também as legislativas, tendo os nigerinos eleitos 166 deputados da Assembleia nacional.

O Partido no poder, PNDS, ganhou elegendo 80 deputados, seguido do Moden Fa Lumana Africa, com 19 assentos. O MNSD e o MPR Jamhuriya, obtiveram 13 lugares cada.

Enfim, os 5 deputados representando a diáspora não foram eleitos no quadro deste escrutínio. Segundo a Comissão eleitoral serão eleitos no quadro de legislativas parciais a ser organizadas proximamente no Níger.

Dans la même catégorie