APS VERS ’’DES DISPOSITIONS PRATIQUES » POUR LE « PAIEMENT SYSTÉMATIQUE’’ DES INDEMNITÉS DES EXAMENS ET CONCOURS APS SÉCURITÉ DE PROXIMITÉ : MACKY SALL PROLONGE D’UN AN LES CONTRATS DES AGENTS DE LA PROMOTION 2014 APS LA DEUXIÈME PHASE DE LA CMU SERA LANCÉE CETTE ANNÉE, SELON MACKY SALL APS A CAUSE DU COVID-19, LE GOUVERNEMENT SUSPEND SES CONFÉRENCES BIMENSUELLES JUSQU’À NOUVEL ORDRE APS ARACHIDE : À KAOLACK, LA SONACOS EST EN RETARD SUR SES OBJECTIFS DE COLLECTE (DIRECTEUR) APS L’UNICEF OFFRE DES KITS SCOLAIRES À DES ÉLÈVES DE FAMILLES VULNÉRABLES DE ZIGUINCHOR GNA Kotoko moves to third place on league log after beating Dwarfs GNA Ayebeng Memorial Kindergarten Block gets facelift GNA Avoid over enrollment of school pupils- Director of Education GNA Parliament stands down motion to suspend payment of university fees

Política/Presidente da Sociedade Civil pede contenção aos órgãos da soberania para evitar instabilidade governativa


  9 Décembre      18        Politique (14295),

   

Bissau, 09 Dez 20(ANG) – O Presidente do Movimento Nacional da Sociedade Civil para Paz Democracia e Desenvolvimento(MNSCPDD) pediu terça-feira mais contenção aos órgãos da soberania nomeadamente a Presidência da República e Assembleia Nacional Popular para evitarem querelas que podem criar instabilidade governativa na Guiné-Bissau.

Em entrevista à Rádio África FM, Fodé Carambá Sanhá aconselhou aos dois órgãos da soberania a evitarem trocas de palavras, porque todos sabem que a Assembleia Nacional Popular é quem tem competência de garantir o funcionamento do governo, para tal deve ter mais contenção, para o bem da nação.

Acrescentou que a atual legislatura criou uma grande expectativa ao povo guineense, pelo que não é bom criar situações que possam comprometer o funcionamento do governo .

Sanhá exortou os órgãos da soberania para assumir aspectos de diálogo nos fóruns próprios.

Uma eventual dissolução do parlamento por parte do Presidente da República provocou terça-feira um mal-estar no parlamento evidenciado com declarações dos lideres parlamentares que estranham a equação dessa hipótese.

O assunto veio ao público através de declarações prestadas à imprensa pelo presidente da Comissão Nacional de Eleições, Paulo Sambú, a saída de uma audiência com o Chefe de Estado, Umaro Sissoco Embaló.

Sambú declarara não haver condições técnicas para realização de eleições no prazo de 90 dias, alegando haver requisitos pré-eleitorais que devem ser respeitados.

Dans la même catégorie