AIP L’administration du lycée moderne d’Issia mécontente des résultats du premier trimestre AIP Le lycée moderne de Prikro enregistre un taux de réussite de 48% au premier trimestre AIP Le secteur informel de Ferkessédougou sensibilisé sur les avantages de la loi de finance AIP Un camion de transport termine sa course dans une résidence à Dabakala INFOPRESS Ministro da Saúde reitera que director-geral da OMS visita Cabo Verde este ano APS LE RÈGLEMENT SANITAIRE INTERNATIONAL, À L’AUNE DE LA CRISE DU COVID INFORPRESS Fogo: Câmara de São Filipe prevê reactivar biblioteca municipal este ano – plano de actividades APS BBY REMPORTE 13 DES 17 COMMUNES DU DÉPARTEMENT DE LOUGA APS CAN 2021 : UN QUART DE FINALE POUR EFFACER LA MALDONNE ÉQUATO-GUINÉENNE APS MATAM : BBY MAJORITAIRE AU CONSEIL DÉPARTEMENTAL ET DANS SEPT DES 10 COMMUNES

Porto Novo: Agentes desportivos alertam para o “retrocesso” do desporto no município


  26 Novembre      18        Sport (7428),

   

Porto Novo, 26 Nov (Inforpress) – Os agentes desportivos no município do Porto Novo têm estado, ultimamente, a alertar para o “retrocesso” do desporto local, apontando o desaparecimento dos jogos escolares, a degradação das infra-estruturas e ausência de formação como algumas causas.
O presidente da Académica do Porto Novo, Nelson Bartolomeu, entende que, efectivamente, o desporto local está “a regredir e muito”.
Segundo este dirigente, o desporto porto-novense já esteve “no topo nacional” tanto a nível competitivo, como a nível de organização, tendo esta região recebido importantes provas nacionais na modalidade do futebol.
“O desporto no Porto Novo está a regredir e muito. O desporto deste concelho já esteve no topo nacional, mas, nos últimos tempos, tem estado a retroceder”, sublinhou em declarações à Inforpress este dirigente desportivo.
Levitson Santos, representante da associação desportiva Tokyo, é de opinião de que uma das causas da regressão do desporto local tem a ver com o “desaparecimento” dos jogos escolares.
Jairson Tavares, do grupo desportivo Fiorentina, diz que a aposta na formação é, actualmente, “nula” no município do Porto Novo e chama a atenção para a “situação caótica” em que se encontram o Estádio Municipal e outras infra-estruturas desportivas.
À Inforpress diz não ter dúvidas de que o desporto neste concelho retrocedeu nos últimos dez anos, justificando que “antes” havia um delegado do desporto, havia, também, um Estádio Municipal com boas condições para a prática de futebol.
O vereador do desporto da edilidade porto-novense, Nilson Santos, diz que é necessário ter-se “dados científicos” para se avaliar o estado actual do desporto porto-novense, considerando “precipitada” a avaliação de que a actividade desportiva no Porto Novo retrocedeu nos últimos anos.
A apreciação sobre o estado do desporto local deve ser feita de forma criteriosa, com base em dados científicos, no entender do vereador, para quem hoje há mais infra-estruturas desportivas, há mais associações, mais competições e mais apoios aos clubes.
Admite, contudo, que é necessário apostar na recuperação das infra-estruturas desportivas, actualmente, degradadas.

Dans la même catégorie