GNA President 46 names sector and regional ministers GNA Manhyia Palace Museum closes down for renovation GNA Effia-Nkwanta honours 39 retirees, launches website GNA « We are no more demi-gods »-Medical Director GNA Ghana School of Law records monumental increase in admissions GNA Sale of face mask up as cases increases GNA Commission on Culture appoints Cultural Ambassador GNA Crucial issue of relevancy has not been established – Supreme Court GNA Court empanels jury for Agordzo’s treason felony case GNA NDC MP’s Case adjourned to February 8

Primeiro-ministro garante que Óscar Santos tem “perfil adequado” para cargo de governador do BCV


  6 Janvier      15        Politique (14317),

   

Cidade da Praia, 06 Jan (Inforpress) – O primeiro-ministro Ulisses Correia e Silva garantiu hoje, na Cidade da Praia, que o economista Óscar Santos tem “perfil adequado” para o cargo de governador do Banco de Cabo Verde (BCV).
“É um reputado economista, quadro do BCV e tem experiência. Estamos cientes que fará bem o cargo de governador”, afiançou Ulisses Correia e Silva, em declarações à imprensa à margem de uma Conversa Aberta com os jovens formandos e empreendedores do Centro de Energias Renováveis e Manutenção Industrial (CERMI).
Quanto à posição do PAICV (oposição), que considerou essa nomeação “parcial”, o chefe do Governo recordou que Cabo Verde já teve ministros das Finanças que foram governadores do BCV, referindo aos casos de Carlos Burgo e João Serra.
“O Governo está na total plenitude das suas funções para nomear e exonerar e sem nenhumas restrições de natureza política, ética e legal para decidir sobre nomeações e exonerações”, afirmou Ulisses Correia e Silva.
O Governo nomeou esta segunda-feira, 04, o ex-presidente da câmara da Praia, Óscar Santos para o cargo de governador do Banco de Cabo Verde (BCV), substituindo João Serra, que chegou ao fim da sua comissão de serviço.
A informação consta no Boletim Oficial (B.O.) de 04 de Janeiro, indicando que a decisão saiu do Conselho de Ministros, que também nomeou para administradores do BCV António Varela Semedo, Maria Tereza Lopes da Luz Henriques e Elias da Veiga Pereira, que substituem Carlos Manuel da Luz Delgado Rocha, Horácio Moreira Semedo e Carlos Alberto Carvalho Furtado.
O Governo justifica a formalização da cessação, por caducidade, do mandado do governador João Serra e dos administradores, com o facto de o mesmo ter a duração de cinco anos, renovável uma só vez, por igual período.
A resolução aprovada em Conselho de Ministros, que nomeia Óscar Santos, entrou em vigor esta terça-feira, 05.
OM/HF
Inforpress/Fim

Dans la même catégorie