MAP La BAD et Inwi scellent un partenariat pour soutenir les start-up innovantes MAP Remise du prix Brahim Akhiat pour la diversité culturelle dans sa 2ème édition MAP M. El Malki se félicite du cheminement de la coopération avec le FOPREL MAP Une association marocaine lauréate du Prix Prince Mohamed Ben Fahd pour la meilleure action caritative MAP Le Maroc, pionnier dans la lutte contre la pandémie du coronavirus (Nabil Benabdallah) MAP Groupe de soutien à l’intégrité territoriale du Maroc à Genève: plein appui à la souveraineté du Royaume sur son Sahara MAP Marrakech : Immersion dans l’univers artistique d’Isabel Alonso Vega et Bence Magyarlaki MAP Covid-19: le HCR et la JICA mettent en place un projet de 275.000 dollars en faveur des réfugiés résidant au Maroc MAP L’artiste-plasticien Abderrahim El Hassani expose ses œuvres à Fès AGP Boké/société: Le siège de la préfecture, nouvelle cible des voleurs de motos

Primeiro-ministro “satisfeito” com resultado das políticas governamentais na criação do emprego jovem


  9 Février      10        Politique (15371),

   

Espargos, 09 Fev (Inforpress) – O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, mostrou-se “satisfeito” com o resultado das políticas implementadas pelo Governo no aumento de condições de empregabilidade e criação do emprego jovem, exortando os juvens a continuarem a correr atrás dos seus sonhos.

O chefe do Executivo fez estas afirmações, em declarações à imprensa, no final de uma conversa aberta com os jovens, realizada na noite desta segunda-feira, na ilha do Sal.

O governante destacou a atitude positiva dos jovens salenses e as opções feitas pelos mesmos no âmbito da formação profissional, realçando que isto mostra que estão preparados para superar os obstáculos e se tornarem homens e mulheres que possam contribuir para o desenvolvimento de Cabo Verde.

“Vi a atitude muito positiva de jovens empreendedores, outros que seguiram pela via da formação profissional, demonstrando que estão disponíveis para superar obstáculos, para correrem riscos e conseguirem crescer, como homens e mulheres que este país precisa, não ficar à espera, correr atras dos sonhos e concretizar.  É isto que nós sentimos nos depoimentos e também nos interesse sobre as políticas públicas desenvolvidas no sector da educação e empreendedorismo.

Segundo realçou Ulisses Correia e Silva, o Governo tem apostado fortemente na criação de condições para assim dar respostas às questoes ligadas às microempresas, lembrando que neste sentido foram criadas um conjunto de mecanismos destinados não só às micr empresas, como médias e grandes empresas em Cabo Verde.

Apontou a criação das linhas de créditos, bonificação da taxa de juros, possibilidade de assistência técnica para ajudar a preparar os projectos e associações com iniciativa de formação, acrescentando que o mais importante é o Governo conseguir criar condições, visando garantir a ingressão dos jovens no mercado de trabalho.

Disse ainda que as estatísticas apontam que as políticas governamentais implementadas têm permitido criar condições para aumentar a empregabilidade e aumento de emprego jovem em Cabo Verde.

“É satisfatório ver que aquilo que o Governo criou está a ter resultados com aumento da condição de empregabilidade, mas também com aumento dos jovens a agarrarem o seu próprio emprego”, declarou, referindo que cerca de seis mil jovens já foram beneficiados com estágios e formação profissionais em todas as ilhas.

Abordando, por outro lado, a situação das empresas hoteleiras na ilha do Sal, tendo em conta o contexto da pandemia e actuação da Inspecção- Geral de Actividades Económicas (IGAE), lembrou que a função da IGAE é fiscalizar o cumprimento das leis laborais na referida ilha.

“A IGAE tem esta função de verificar se se está ou não a violar a leis, nomeadamente as leis laborais, mas aquilo que temos aqui no Sal é muito mais do que isso, nós temos hotéis parados por causa da pandemia, por isso é que o Governo criou mecanismos do layoff para precisamente proteger empregos para que os contratos sejam mantidos e que as empresas, mesmo não laborando, possam manter o emprego”, asseverou.

Dans la même catégorie