APS LES RECOMMANDATIONS DE CEERNO SILEYMAANI BAAL GRAVÉES SUR UNE SCULPTURE POUR LA MÉMOIRE COLLECTIVE ANP Echange à Niamey entre le Chef de l’Etat Nigérien Issoufou Mahamadou et Secrétaire Général de la ZLECAF ANP Covid-19 : 6,560 milliards de Fcfa de l’Allemagne pour soutenir le plan de riposte à la pandémie au Niger ANP Décès à Niamey de l’ancien Président de la République Tandja Mamadou ANP L’Hôtel Gaweye de Niamey sur le point d’être repris par le groupe Bravia ANP La société ORANO Mining Niger fait don d’équipements d’une valeur de 125 millions de CFA aux sinistrés des inondations du département de Kollo MAP Décès de l’ancien président nigérien Mamadou Tandja APS UN CENTRE DE FORMATION VEUT PROFITER DU TOURNOI DE L’UFOA POUR MIEUX EXPOSER SES PENSIONNAIRES APS TOURNOI DE QUALIFICATION DE LA CAN DES U20 : LA GAMBIE COMPLÈTE LE CARRÉ D’AS APS TOURNOI DE QUALIFICATION : LA GAMBIE NE CRAINT AUCUNE ÉQUIPE EN DEMI-FINALES (COACH)

Santo Antão: Empreendedores já podem candidatar-se à adesão ao selo de origem para os seus produtos


  29 Octobre      9        Economie (10351),

   

Porto Novo, 29 Out (Inforpress) – Os empreendedores em Santo Antão já podem candidatar-se à adesão ao selo de origem para os produtores e serviços desta ilha, numa iniciativa do projecto Raízes (Redes locais para o turismo sustentável e inclusivo de Santo Antão).
Segundo uma nota do projecto Raízes, já está a decorrer a primeira fase de recepção das candidaturas para a adesão ao selo de origem, com o qual pretende-se contribuir para a valorização dos produtos e serviços originários da ilha de Santo Antão.
Entretanto, a direcção do projecto Raízes aguarda ainda pela confirmação, por parte do Instituto da Gestão da Qualidade e Propriedade intelectual (IGQPI), do registo do selo de origem para produtos de Santo Antão.
Mesmo assim, este projecto, co-financiado pela União Europeia, já começou a aceitar os pedidos dos produtores santantonenses interessados em ter o selo de origem nos seus produtos, segundo a mesma fonte.
Assim, os produtos transformados, o artesanato e os serviços prestados em Santo Antão devem, ainda este ano, começar a receber o selo de origem, que visa valorizar, divulgar e promover os produtos originários desta ilha, permitindo que os mesmos sejam “facialmente identificados”, explica o projecto Raízes, que está a ser implementado pela Associação para a Defesa do Património de Mértola (Portugal).

Dans la même catégorie