NAN NDLEA arrests 178 drug offenders, secures 29 convictions in Sokoto APS Un partenariat public-privé préconisé au bénéfice de la santé en Afrique APS Ségolène Royal :  »L’Afrique doit valoriser son potentiel technologique » AIP Côte d’Ivoire: La mairie d’Adiaké menace de retirer 85 lots à des acquéreurs AIP Côte d’Ivoire/ Environ 2500 du Béré attendus au congrès constitutif du RHDP AIP Côte d’Ivoire/ Vers la mise en place de points focaux pour le développement de la région du Gbêkê AIP Côte d’Ivoire: L’illettrisme à la base de la vente de produits périmés dans le Worodougou et le Béré (DR Commerce Séguéla) AIP Côte d’Ivoire: L’amélioration des conditions de vie de la femme au centre d’une consultation à Oumé NAN Nigeria to access $100m Indian loan to develop nationwide broadband connectivity APS Des activistes prônent des  »réformes institutionnelles indispensables pour renforcer les normes démocratiques »

Santo Antão: Fábrica de azulejo a partir de reciclagem de plásticos já labora no Paul


   

Praia, 28 Décembre (Inforpress) – Uma unidade de produção de azulejos, a partir de reciclagem de plásticos, já trabalha na localidade de Penedo de Janela, no município do Paul, Santo Antão, numa iniciativa da Fundação dos Amigos do Paul, na Holanda.
A presidente da Fundação dos Amigos do Paul na Holanda, Maria Teresa Segredo, confirmou à Inforpress que a fábrica já está a laborar, empregando vários jovens do Paul, tendo realçado a importância desse projecto do ponto de vista ambiental, mas também económico, já que vai dinamizar a economia e gerar muitos empregos.
Maria Teresa Segredo, que está em Santo Antão, esteve, esta quarta-feira, de visita à fabrica e disse ter ficado “surpreendida” pelo trabalho que está a ser desenvolvido nessa unidade fabril.
O projecto, que representa um investimento à volta dos quatro mil contos, foi financiado pela Cooperação Holandesa, através da Universidade Tu Delf, em Rotterdam.
Trata-se, assim, da primeira unidade de transformação de plástico em azulejo instalada em Cabo Verde, uma iniciativa que deverá ser alargada a outras ilhas de Cabo Verde, a começar por Santiago, onde há muito mais material reciclável, segundo a presidente dessa fundação.
“Vamos recolher todo o tipo de plástico e limpar Cabo Verde”, sublinhou Maria Teresa Segredo, considerando essa, também, uma forma de dar trabalho aos jovens que, actualmente, estão no desemprego.
Projectos idênticos já foram materializados, com sucesso, em vários países africanos, pelo que a Fundação dos Amigos do Paul na Holanda acredita que este projecto, que envolve ainda algumas associações ligadas ao ambiente em Cabo Verde, “tem tudo para dar certo”.
Em Santo Antão, a Fundação dos Amigos do Paul na Holanda tem estado a implementar outros projectos sociais, com destaque para a criação de um lar de idosos, um centro de emergência infantil e centro de formação profissional para os jovens, todos no município paulense.
JM/ZS

Dans la même catégorie