ANP Permettre aux pays pauvres d’accéder aux futurs vaccins contre la Covid 19 AGP Boké-Société ; Des vivres et de matériels de construction aux populations du village Kotobolia. AGP Dubréka/Education : Les résultats de 2020 jugés satisfaisants d’après la DPE. AGP Boké-Politique: La marche du FNDC étouffée AGP Labé : lancement de la campagne électorale du RPG Arc en Ciel sous fond de tension. ANG Cooperação/Presidente do Níger realiza visita de trabalho a Bissau ANG Saúde Pública/Durão Barroso nomeado presidente da Aliança Global para as Vacinas ANG Novo ano letivo / Alunos vão as aulas aos sábados ANG EUA-Eleições/ Joe Biden diz a Trump que se cale em debate conflituoso ANG Covid-19/UE sensibiliza Governo para economia ecológica

Santo Antão: Operadores turísticos expectantes em relação ao projecto “Superar” com início em Setembro 


  31 Août      12        Economie (9790),

   

Porto Novo, 31 Ago (Inforpress) – Os operadores turísticos em Santo Antão aguardam com expectativa a implementação, com início agora em Setembro, do projecto “Superar”, que visa “mitigar os efeitos da pandemia de covid-19 no turismo, nesta ilha.

O projecto, promovido pela Associação da Defesa do Património de Mértola, é co-financiado pelo Instituto Camões (Portugal) e consiste numa série de medidas que permitem aos operadores enfrentarem a pandemia e retomar as suas actividades, que praticamente desapareceram com a pandemia.

Alguns operadores, abordados pela Inforpress, dizem-se “ansiosos” para conhecer o projecto e saber até que ponto essa iniciativa poderá contribuir para atenuar “os efeitos nefastos” que a pandemia de covid-19 teve no turismo nesta ilha, onde os empreendimentos, sobretudo os mais pequenos, podem estar em risco.

Em nota enviada à Inforpress, a Associação para a Defesa do Património de Mértola explica que o projecto, com duração de um ano, vai permitir às empresas e aos operadores turísticos a enfrentarem “as dificuldades” criadas pela pandemia de covid-19 e retomarem “de forma segura” as suas actividades.

Guias turísticos, agências de viagem, restauração, hotelaria, empresários, associações e cooperativas ligados indirectamente ao turismo, artesãos vão poder receber apoios no quadro do projecto, com vista ao relançamento das suas actividades.

Dans la même catégorie