INFORPRESS Tribunal Constitucional confirma José Augusto Fernandes como presidente do PTS INFORPRESS Santiago: Câmara de Santa Catarina e Embaixada da França reforçam cooperação INFORPRESS Futebol/Fogo: Campeonatos do primeiro e segundo escalões arrancam este fim-de-semana INFORPRESS Orlando Pantera é homem do futuro que precisa ser mais conhecido e debatido – Princesito INFORPRESS Boa Vista: Grupo de sindicalistas anuncia concentração de trabalhadores para sábado em Sal-Rei INFORPRESS Legislativas/Maio: PAICV preparado para conseguir um “bom resultado” – mandatário INFORPRESS Câmara de Comércio do Barlavento abre Incubadora Multissetorial de São Vicente INFORPRESS Brava: CNAD quer que o projecto Renda Brava ganhe sustentabilidade e perdure no tempo INFORPRESS Afrobasket’2021: Cabo Verde reclama da decisão da FIBA em reagendar os jogos com Uganda GNA Parliament okays Hawa Koomson, Oppong Nkrumah, Dr Akoto et al

Santo Antão: Um ano depois grogue do Porto Novo volta ao mercado europeu


  8 Février      13        Economie (11234),

   

Porto Novo, 08 Fev (Inforpress) – O grogue produzido no município do Porto Novo, Santo Antão, volta a estar no mercado europeu um ano depois, para onde começou a ser exportado em 2018, devido às restrições criadas pela pandemia de covid-19.
A exportação do grogue do Porto Novo, mais precisamente do Tarrafal de Monte Trigo e da Ribeira da Cruz, está a cargo da plataforma de engarrafamento, embalagem e exportação deste produto, criada pela empresa Música e Grogue.
O representante da empresa, Simão Évora, confirmou que a aguardente produzida no Porto Novo voltou, desde meados de Janeiro, a ser colocada no mercado europeu, a partir da França, para onde foram exportados, desde 2018, cerca de 20 mil litros de grogue.
É propósito dos produtos do grogue porto-novense, que acabam de lançar uma nova marca do produto, denominada “contrabando”, apostarem, também, no mercado norte-americano.
Enquanto isso, a safra de cana-de-açúcar no concelho do Porto Novo, iniciado em Janeiro, está a decorrer na normalidade, segundo o produtor Graciano Évora.
Existem neste município 30 unidades de produção da aguardente.

Dans la même catégorie