GNA China ready to lead global economic rebound APS L’ANER EST EN TRAIN D’INSTALLER DES MINI-CENTRALES SOLAIRES DANS LE MONDE RURAL, SELON SON DIRECTEUR GÉNÉRAL APS MALICK DAFF SE SATISFAIT DU RÉSULTAT APS KALIDOU KASSÉ EXPOSE ‘’GIS GIS BU BEES’’, SA NOUVELLE VISION PICTURALE APS COUPE DE LA CAF : LE JARAAF PREND UN LÉGER AVANTAGE LORS DE LA MANCHE ALLER ANP Maradi : Le Président Issoufou Inaugure la route Maradi-Madarounfa-frontières Nigéria ANP Niger : Le parlement adopte le statut du personnel militaire des forces Armées AIP Côte d’Ivoire-AIP/ 29 cas de COVID-19 notifiés le 28 novembre 2020 (Ministère) AIP Côte d’Ivoire-AIP/Journée internationale des droits de l’enfant: Les parents exhortés à déclarer leurs enfants à l’état civil AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Journée internationale des droits de l’enfant: Les enfants de Bouaflé exhortent leurs parents à maintenir la cohésion sociale

São Nicolau: Rede Local de Emprego e Empregabilidade realiza feira “made in São Nicolau”


  16 Novembre      3        Arts & Cultures (1296),

   

Praia, 16 Nov (Inforpress) – A rede local de Emprego e Empregabilidade de São Nicolau realizou ao longo deste fim-de-semana a feira “made in São Nicolau”, sob o lema “produzir local para participar no crescimento nacional”.
A iniciativa foi realizada no âmbito da programação da 3ª edição do Meetup Trekking, festival de caminhadas que tem como mote “venha explorar São Nicolau”.
Em declarações à Inforpress, Maria Silva, membro da rede local, disse que o evento faz parte do plano de acção 2020 da rede local e pretendem dar mais a conhecer sobre os aspectos típicos da ilha.
“Aproveitamos o Meetup Trekking para realizar a nossa feira, de forma a trazer mais um valor da ilha de São Nicolau e assim contribuir para a sua valorização”, realçou.
A representante da rede local informou ainda que a feira teve como objectivo dar oportunidade para o negócio, dinamizando assim a economia local, mas também trabalhar sobre a identidade cultural de São Nicolau desde a gastronomia, a literatura, a história entre outros valores.
A mesma fonte salientou que a feira contou com cerca de trinta ‘stands’, divididos por diferentes sectores como a agricultura, a transformação de produtos agrícolas e de pescado, serviços empreendedores como estética, tatuagens etc.
“A feira englobou serviços consolidados como da fábrica Sucla, mas também serviços que estão a dar os seus primeiros passos, isso para mostrar que é desta forma que se desenvolve uma economia sustentável”, afirmou.
Também em declarações à Inforpress, Djessica Almeida, uma jovem empreendedora do Tarrafal, considerou a iniciativa de “extrema relevância” visto que foi uma oportunidade para expor os seus trabalhos.
“Trabalho na área da estética e a feira foi mais uma oportunidade para divulgar os meus serviços e assim atrair mais clientes”, salientou.
Outra participante, Alcídia Rocha, também reconheceu a importância da feira e o realce que pode dar ao trabalho que desenvolve.
“Trabalho na área de corte e costura e com a feira as pessoas ficaram a conhecer mais o trabalho que faço e assim poderão adquirir os meus produtos também”, acrescentou.
A feira “made in São Nicolau” foi realizada pelo projecto rede local Emprego e Empregabilidade de São Nicolau e contou com a assistência técnica e financeira da Cooperação Luxemburguesa.

Dans la même catégorie