ANP La construction de l’Echangeur Ali Saïbou permettra d’optimiser l’utilisation de la voie express, selon le Ministre des Finances AIB Etats unis : Le procès de Trump pour «incitation à l’insurrection» débute le 9 février AIB Burkina : L’importation d’énergie du Ghana en hausse de 113% en 2019 (Rapport) AIB Report de l’entrée en vigueur de l’ECO : «Il s’agit d’un aveu d’échec» selon un universitaire AIB Politique et syndicalisme occupent  la Une des quotidiens burkinabè AIB Meilleure journaliste du Burkina: Rabiatou Simporé dédie ses prix aux agents de l’AIB MAP Visionnaire et impitoyable, Lekjaa est l’un des meilleurs administrateurs de football AIB Jonathan Pitroipa quitte Paris FC AIB Report de l’entrée en vigueur de l’ECO : «Il s’agit d’un aveu d’échec» selon un universitaire AIB Burkina : Les fidèles catholiques invités à sauver les médias diocésains

São Vicente: Estilista Marcon apresenta desfile de moda baseado em tema covid-19 e reciclagem


  2 Décembre      9        Arts & Cultures (1405),

   

Mindelo, 02 Dez (Inforpress) – O estilista mindelense Marcon apresenta no próximo dia 11 um desfile de moda tendo como tema “Covid-19, reciclagem, customização e alta-costura”, que marca o seu regresso depois de uma paragem por motivo de doença.
Com cerca de 30 anos de carreira no mundo da moda e onde ingressou como auto-didacta, Marcon, de nome próprio Manuel da Conceição, venceu o primeiro concurso de moda realizado em São Vicente, em 2006, e considera-se um dos poucos estilistas cabo-verdianos a mostrar o seu trabalho no estrangeiro, ao participar da Segunda Bienal de Jovens Criadores, realizada no Porto (Portugal), como Capital da Cultura, em 2001.
Por motivos de doença, Marcon disse à Inforpress, ter sido obrigado a fazer uma paragem de cerca de 13 anos e neste momento, já recuperado, pretende regressar com um desfile de moda na sua ilha natal, sob o tema “Covid-19, reciclagem, customização e alta-costura”, que acontece no próximo dia 11, no Pavilhão da Escola Salesiana.
“Além de divulgar a moda, pretendemos também chamar a atenção das pessoas e levar a uma maior consciencialização sobre essa doença, que devemos todos fazer a nossa parte”, explicou o estilista, que realiza o evento juntamente com a artesã Gilda de Almeida, cabo-verdiana residente nos Estados Unidos da América.
O tema pandemia, segundo a mesma fonte, vai ser conciliado com outros, como reciclagem e customização, no sentido de tornar “lixo em luxo”, que vão ser revelados em peças de vestuários feitas, por exemplo, em plástico e tricó, mas também em outros utensílios usados no dia-a-dia.
“Apesar da pandemia, o País não pode parar, a cultura não pode parar e a moda também não, essa é a razão de realizarmos esse
evento”, considerou Marco, criticando, entretanto, o Governo por “dar mais atenção aos artistas de música e deixar de fora artistas de outras áreas, que foram esquecidos durante a pandemia”.
Mesmo assim, o artesão confirmou que não vai baixar os braços para organizar o desfile, que acontece no Pavilhão da Escola da Escola Salesiana, com bilhetes a mil escudos e já com direito a buffet.
Conforme a mesma fonte, estão asseguradas as regras de segurança higiénico-sanitárias exigidas pelas autoridades e, inclusive, já contam com o apoio da Delegacia de Saúde de São Vicente.
“Cumpriremos com as regras de distanciamento, teremos dispensadores de álcool gel e o espaço que comporta cerca de 300 pessoas, iremos ocupar só com 100 a 150 pessoas”, assegurou Marcon, que promete “surpresas” no desfile, inclusive com a demonstração de jogos antigos.

Dans la même catégorie