MAP L’ambassadeur Hilale saisit le SG de l’ONU et le CS sur les violations des droits de l’Homme dans les camps de Tindouf MAP Conférence de l’Institut américain «Brookings»: M. Bourita met en avant les réformes audacieuses du Maroc sous l’impulsion de SM le Roi MAP L’initiative noble de SM le Roi d’aider les pays africains en temps de pandémie, un modèle de solidarité intra-africaine (ministre kényane des AE) MAP Jusqu’à 500 millions de DH pour l’aménagement de Harhoura, une destination touristique prisée MAP Hilale démystifie auprès du SG de l’ONU et du CS la campagne hystérique de l’Algérie et du « polisario » sur la situation au Sahara MAP M. Amara plaide pour une mise en œuvre optimale du chantier de l’éducation routière MAP Rencontre à Oujda sur le droit d’accès à l’information APS LE GOUVERNEMENT INVITÉ À HÂTER LA CONCRÉTISATION D’UN PROJET DE POLYCLINIQUE DE DERNIÈRE GÉNÉRATION APS MACKY SALL VA SE FAIRE VACCINER, JEUDI (MÉDIA) APS VACCINATION : MACKY SALL PRÔNE UN ’’PLAIDOYER SOUTENU’’ ET UNE ’’MOBILISATION COMMUNAUTAIRE’’

Segurança/Presidência da República assume posse da sede da Ordem dos Advogados para “garantir segurança” ao chefe de Estado


  11 Février      16        Politique (15305),

   

Bissau,11 Fev 21(ANG) – O conselheiro do Presidente da República para a área da segurança, general José Marques, afirmou quarta-feira que a presidência vai assumir a posse da sede da Ordem dos Advogados para “garantir segurança” ao chefe de Estado e aos seus colaboradores diretos.

Em conferência de imprensa, o general explicou a versão da Presidência da República na sequência da polémica que surgiu no país após a Ordem dos Advogados ter sido impedida de aceder à sua sede, situada a escassos metros do palácio presidencial, em Bissau.

O bastonário da Ordem dos Advogados , Basílio Sanca, denunciou, na segunda-feira, que os portões da ordem tinham sido encerrados com cadeados colocados por elementos da Presidência da República, um dia após o prazo do ultimato para que abandonasse o imóvel.

O general José Marques disse que a decisão é a “correção de um erro », que foi a cedência do imóvel à Ordem dos Advogados, em 2000, pelo então Presidente guineense, Kumba Ialá.

A Ordem afirma que o imóvel lhe pertence de forma oficial e legal desde 2011.

O conselheiro de segurança do Presidente Umaro Sissoco Embaló defende que da avaliação « aos riscos e ameaças » a segurança do chefe de Estado, concluiu-se que a Ordem dos Advogados não deveria continuar no local.

« Quem está instalado na sede da Ordem dos Advogados tem condições de controlar e monitorar o regime de entradas e saídas no Palácio da República », observou José Marques, o que, disse, coloca em causa a segurança, a vida, honra, dignidade e liberdade de ação do chefe de Estado, Umaro Sissoco Embaló.

O conselheiro de segurança do Presidente guineense referiu que o Estado « não tem condições para enfrentar novos desafios de segurança », daí que decidiu-se pela prevenção de qualquer risco.

José Marques afirmou que existe um despacho do então primeiro-ministro, Carlos Gomes Júnior, a avisar a Ordem dos Advogados de que o estado iria tentar encontrar um outro espaço e que aquele imóvel está situado na zona de segurança da Presidência da República.

O bastonário da Ordem dos Advogados da Guiné-Bissau interpôs uma providência cautelar, na segunda-feira, para impedir a consumação da decisão da Presidência da República e ainda admite avançar com uma queixa-crime contra o Presidente.

José Marques negou as alegações de Basílio Sanca quando considera a atuação do Presidente guineense como contrária ao Estado de direito democrático.
« Não podemos esquecer que uma das funções do Estado de direito é garantir a segurança do chefe de Estado », enfatizou o general.

Dans la même catégorie