AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Les services des eaux et forêts en campagne contre les feux de brousse dans le Poro AIP Côte d’Ivoire-AIP/Inter/ Football: Le Maroc abritera la CAN féminine 2022 AGP Guinée-Politique : Démission officielle du Gouvernement de Dr Ibrahima Kassory Fofana ANGOP MUNDIAL|ANDEBOL: ANGOLA PERDE DIANTE DO QATAR NA ESTREIA GNA Speaker Bagbin condemns unruly parliamentary behaviour APS SÉDHIOU : 42 KILOS DE CHANVRE INDIEN SAISIS À BALMADOU (POLICE) GNA WACCE to empower women against violent extremism GNA NGO supports flood victims in the Upper East Region GNA FDA declares zero tolerance for unregistered products GNA High Court remands man who stabs 19-year-old to death

SIACSA anuncia greve nacional de dois dias dos bombeiros municipais


  7 Janvier      16        Politique (14215),

   

Cidade da Praia, 07 Jan (Inforpress) – O SIACSA anunciou hoje a realização de uma greve nacional dos bombeiros municipais para os dias 18 e 19 do corrente, “forçado pela falta de diálogo” e incumprimento dos acordos assinados com algumas autarquias.
O presidente do Sindicato da Indústria Geral, Alimentação, Construção Civil, Agricultura, Serviços, Florestas, Serviços Marítimos e Portuário (SIACSA), acusou “a falta das melhores práticas para a resolução das questões reivindicativas dos trabalhadores cabo-verdianos” como motivo para esta intenção de greve.
As câmaras municipais da Praia, de São Domingos e de Santa Catarina de Santiago foram apontadas por Gilberto Lima, em conferência de imprensa esta manhã, como as que ignoraram a solicitação sobre a Convenção Colectiva de Trabalho enviada às autoridades, assim como ao Ministério da Administração Interna.
O sindicalista apontou ainda como motivo, para este pré-aviso da greve de dois dias, a falta da revisão da melhoria das condições de trabalho, a unificação salarial à semelhança da Polícia Nacional, assim como as leis de base dos profissionais da Protecção Civil.
O SIACSA, segundo o seu líder, decidiu apoiar os bombeiros nacionais para esta forma de luta mas mostra-se disponível para, no decorrer deste tempo, sentar-se à mesa com as partes envolvidas na tentativa de encontrar as melhores práticas para dirimir estas situações.
O pré-aviso de greve nacional foi entregue esta quarta-feira, revelou Gilberto Lima que criticou os acordos não cumpridos pelas câmaras municipais, a quem acusou da não revisão das questões de melhoria salarial, falta de viaturas, subsídios de vida e materiais adequados para o exercício das funções dos bombeiros e mais dignidade e respeito pela classe.
Denunciou ainda a morosidade dos tribunais na situação dos profissionais da empresa Empreitel Figueiredo (MSF), alegando que o processo de execução sumário dos trabalhadores do MSF já entrou no seu quarto ano e ainda se aguarda pela justiça motivada pela fuga do empregador que deixou os trabalhadores à deriva.
A este propósito solicitou que a justiça se faça o mais urgente possível, para que os trabalhadores saiam desta situação incómoda que lhes vem sufocando há muito tempo.

Dans la même catégorie