MAP Le Nigeria signale 22 cas mortels de diphtérie depuis décembre 2022 MAP Nouakchott abrite fin février le Forum économique maroco-mauritanien MAP Côte d’Ivoire-Maroc : Une coopération excellente et une symbiose absolument parfaite entre les diplomaties des deux pays (diplomate) MAP Coupe Davis/Groupe Mondial II : Le Maroc affronte la Côte d’Ivoire les 4 et 5 février à Abidjan MAP Le Pape François condamne de « cruelles atrocités » en RDC « qui couvrent l’humanité de honte » ACP Kibali Gold Mine paie 1,2 milliard USD des taxes et redevances en 2022 ACP La RDC et le Congo Brazzaville pour la valorisation de leurs patrimoines touristiques ACP Classement « Transparency International » : la RDC gagne trois points dans la lutte anticorruption ACP La chine conserve la place du premier investisseur étranger en RDC ANP Niger : Une délégation de ministres Néerlandais au Cabinet du Président de la République

TIC/Técnicos debatem relatório para validação da Economia Digital


  20 Septembre      13        Technologie (777),

   

Bissau,20 Set 22(ANG) – Técnicos de diferentes instituições públicas e privadas do país estão reunidos hoje numa jornada de validação técnica do relatório sobre o diagnóstico da Economia Digital no país.
Ao presidir a abertura do ato, o Diretor-geral da Economia Mussá Sambi disse que o estudo vai igualmente servir de fonte para identificação e hierarquização das ideias do projeto e que permitiu a identificação dos desafios do sector.

Aquele responsável sublinhou que a Guiné-Bissau inclui nas suas agendas de desenvolvimento os desafios de elaboração de um Plano Digital de Desenvolvimento Económico, inserido na reforma da Administração Pública e promoção do sector privado.

Ao falar dos ganhos que o país pode obter com a implementação da Economia Digital, o diretor de Gabinete de Estudos do Ministério dos Transportes e Comunicações sublinhou ser um ramo de ciência muito vasto.

“Se as tecnologias de informação forem muito bem exploradas, podem alavancar a economia de um país”, diz Iatanim Deivis.

Aquele responsável defendeu que as Tecnologias de Informação não devem ser vistas apenas na perspectiva de ganhos económicos, mas sim num contexto mais vasto, que começa no acesso às plataformas digitais e que passam por cima de todos os outros serviços.

Deivis acrescentou que a tecnologia de informação oferece diversas gamas de serviços que poderão trazer ganhos económicos para o país, dentre os quais o empreendedorismo digital.

“Vamos elevar as competências dos jovens de forma a poderem ter acesso ao mercado e à nova dinâmica que se pretende no sector, em termos de mudança de paradigma”, referiu acrescentando que o estudo vai permitir o país sair dos trabalhos em formato papel para o mundo digital.

O relatório, segundo Iatanim Deivis assenta em cinco pilares nomeadamente, Infraestruturas Digitais, Serviços Digitais, Competências Digitais e Empresas Digitais.

Dans la même catégorie