MAP L’ambassadeur Hilale saisit le SG de l’ONU et le CS sur les violations des droits de l’Homme dans les camps de Tindouf MAP Conférence de l’Institut américain «Brookings»: M. Bourita met en avant les réformes audacieuses du Maroc sous l’impulsion de SM le Roi MAP L’initiative noble de SM le Roi d’aider les pays africains en temps de pandémie, un modèle de solidarité intra-africaine (ministre kényane des AE) MAP Jusqu’à 500 millions de DH pour l’aménagement de Harhoura, une destination touristique prisée MAP Hilale démystifie auprès du SG de l’ONU et du CS la campagne hystérique de l’Algérie et du « polisario » sur la situation au Sahara MAP M. Amara plaide pour une mise en œuvre optimale du chantier de l’éducation routière MAP Rencontre à Oujda sur le droit d’accès à l’information APS LE GOUVERNEMENT INVITÉ À HÂTER LA CONCRÉTISATION D’UN PROJET DE POLYCLINIQUE DE DERNIÈRE GÉNÉRATION APS MACKY SALL VA SE FAIRE VACCINER, JEUDI (MÉDIA) APS VACCINATION : MACKY SALL PRÔNE UN ’’PLAIDOYER SOUTENU’’ ET UNE ’’MOBILISATION COMMUNAUTAIRE’’

Venezuela reforça cooperação com São Tomé e Príncipe e destaca a área de formação de quadros


  16 Février      14        Société (29177),

   

São-Tomé, 16 Fev. 2021 ( STP-Press ) – Venezuela manifestou a vontade de reforçar a cooperação com São Tomé e Príncipe com destaque para a área de formação de quadros a nível de licenciatura e pós-graduação,- anunciou segunda-feira o novo embaixador venezuelano, Marlon José Paña Labrador, acreditado há 24 horas na capital são-tomense pelo Presidente da República, Evaristo Carvalho.

Momento depois do acto de acreditação no palácio presidencial, o novo embaixador venezuelano, José Paña Labrador sublinhou que “vamos continuar a trabalhar no domínio de formação de quadros, não só a nível de licenciatura como também a nível de pós-graduação”

“Vamos trabalhar no domínio de cooperação bilateral e também na cooperação multilateral com os organismos internacionais”, disse o novo representante da Venezuela, tendo sublinhado que “abre-se uma janela para Venezuela e São Tomé e Príncipe continuarem a estreitar as relações entre os governos das duas Nações, mas principalmente a nível dos dois povos…”

Questionado se a actual crise financeira que enfrenta o seu País não poderia eventualmente condicionar esta intenção de formação de quadros, o novo embaixador respondeu que “a Venezuela é vítima de medidas coercivas unilaterais que algumas Nações de ocidente impõem contra a economia nacional [Venezuelana], que de facto é um bloqueio, mas juridicamente se conhece como medidas coercivas unilaterais”.

Concluindo, Marlon José Paña Labrador argumentou que “a Venezuela como dizia o antigo Presidente de Cuba, o Comandante Fidel Castro, o nosso País, na região, a Venezuela, sobretudo, a gente partilha aquilo que temos mesmo em dificuldade…”

Tendo declarado que “a Venezuela vai continuar a sua agenda de diplomacia internacional”,- o novo embaixador venezuelano acrescentou que “esta pandemia [ a Covid-19] preocupa este assunto de formação de quadros e não as medidas coerciva como eu já disse…”.

Na sua declaração a imprensa, Marlon José Paña Labrador, aproveitou para recordar que o seu país já formou, na altura, quadros são-tomenses no sector da saúde, tendo sublinhado que “temos médicos são-tomenses formados na Venezuela”.

Além do novo embaixador da Venezuela, o Presidente são-tomense, Evaristo Carvalho, acreditou também o novo em embaixador da Namíbia, junto do Estado são-tomense, Patrik Nandago, que por seu lado, anunciou a vontade do seu País de relançar a cooperação nos sectores do turismo, pescas, agricultura e educação.

Patrik Nandago aproveitou a ocasião para recordar o apoio de São Tomé e Príncipe no processo de luta anticolonial da Namíbia visando a conquista da independência desse País africano situado na costa do Oceano atlântico que banha também o arquipélago são-tomense.

Fim/RN

Dans la même catégorie