APS PRIX FAAPA 2021 : L’AIP ET L’AGP COURONNÉES APS LE SALON ‘’MADE IN SÉNÉGAL’’, UN ESPACE ‘’MARKETING’’ POUR LES PRODUITS SÉNÉGALAIS, SELON SA PROMOTRICE APS LA CAF APPROUVE LE MONDIAL TOUS LES DEUX ANS ET LA SUPER LIGUE FERMÉE APS FIDAK : AMINATA ASSOME DIATTA SATISFAITE DU NIVEAU D’AVANCEMENT DES CHANTIERS DU CICES APS DÉMARRAGE DE LA 2ÈME ÉDITION DU GRAND CARNAVAL DE DAKAR APS LE JARAAF AUTORISÉ À RECEVOIR AU STADE IBA-MAR-DIOP APS UN INGÉNIEUR SOULIGNE L’IMPORTANCE DES DONNÉES DANS LA SOUVERAINETÉ NUMÉRIQUE APS KOLDA : MISE EN GARDE DU MÉDECIN-CHEF CONTRE L’AUTOMÉDICATION APS LANCEMENT D’UNE ÉTUDE DE VULNÉRABILITÉ AUX CHANGEMENTS CLIMATIQUES DANS LA RÉGION DE KAFFRINE APS LOUGA : LES ÉLEVEURS VEULENT UNE SOLUTION AUX DIFFICULTÉS DE LEUR SECTEUR

São Vicente: Mindel Art Fest quer levar a arte ao encontro das pessoas – organização


  27 Juillet      13        Arts & Cultures (1660), Photos (3948),

   

Mindelo, 27 Jul (Inforpress) – A terceira edição do Mindel Art Fest (MAF) arranca hoje no Mindelo, com diversas actividades realizadas tanto no centro, como nas periferias, que pretendem levar arte ao encontro das pessoas.

Depois de já ter passado pela Cidade da Praia e Paul, Santo Antão, o pontapé de saída para o MAF no Mindelo vai ser dado a partir das 18:30 com a inauguração da exposição “Metamorfose”, de Ayrton Cruz e ainda a apresentação, pelas 21:00, da peça, “Romeu ma Julieta”, co-produção do Associação Mindelact e do Caixa Preta.

“Temos várias actividades no MAF desde teatro, música, dança, cinema, exposições, workshops e muito mais”, explicou à Inforpress Yannick Fortes, membro da companhia 50 Pessoa, organizadora do evento.

Muitas actividades num festival, conforme a mesma fonte, que não pretende “centralizar” com espectáculos somente no centro da cidade, mas que vai levar apresentações a bairros periféricos do Mindelo.

“Sabemos que existem muitas pessoas que não conseguem, por várias razões, vir à cidade assistir os epectáculos, então vamos levar a arte ao encontro das pessoas”, anunciou Yannick Fortes apontando, assim, apresentações em bairros como Ribeira de Craquinha e Ribeira Bote, este último que vai ser alvo ainda de uma intervenção artística nas fachadas de algumas casas.

Um dos pontos altos do Mindel Art Fest, que acontece até domingo, vai ser a “re-estreia”, 15 anos depois da última apresentação, do espectáculo “Cloun Creolus Dei”, do Grupo de Teatro do Centro Cultural Português do Mindelo, e co- produzido inicialmente com o Teatro Meridional, de Portugal.
LN/CP

Inforpress/fim

Dans la même catégorie