APS MANSOUR FAYE ANNONCE UN ’’IMPORTANT PROGRAMME’’ DE DISTRIBUTION ALIMENTAIRE DESTINÉ À 8 MILLIONS DE SÉNÉGALAIS AGP Guinée-COVID-19 : Plus de 1.100 contacts dont quelques 300 dans la nature ANGOP Covid-19: Angola regista primeiras duas mortes AGP Guinée-Législatives : Les résultats provisoires de 09 circonscriptions électorales à l’uninominal AIP Côte d’Ivoire-AIP/Inter/ Le Niger prend des mesures pour atténuer les conséquences de l’état d’urgence sanitaire sur les populations AIP Côte d’Ivoire-AIP/ COVID-19: Le Sénat apporte un appui au corps médical AIP Côte d’Ivoire-AIP/ COVID 19: Des habitants de Niakara souhaitent une implication active des cadres dans la sensibilisation GNA Gomnoa Central Assembly inaugurates COVID 19 Management Team GNA Agona West MP donates 3,000 hand sanitizers to Police and others AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Les centres de santé de Sinématiali reçoivent des instructions pour la lutte contre la COVID 19

Lançado projecto de « Fundo Italiano » para acelerar progressos nutricionais


  23 Novembre      11        Human Development (142), LeaderShip Feminin (2405),

   

Bissau, 23 Nov 18 (ANG) – O Ministério de Saúde Pública lançou quarta-feira o Projecto Nacional do « Fundo Italiano » para acelerar progressos nutricionais em direcção à sobrevivência , crescimento e desenvolvimento da criança na Guiné-Bissau.

A informação consta numa nota à imprensa produzida pela direcção dos serviços de Alimentação, Nutrição e Sobrevivência da Criança do Ministério de Saúde Pública, Família e Coesão Social.

« O fundo Italiano irá permitir o reforço de um conjunto de intervenções específicas e sensíveis à nutrição em 05 das 11 regiões sanitárias com população de crianças e mulheres em situação de maior vulnerabilidade », refere o documento.

Na nota, consta que o Ministério de Saúde continuará a priorizar intervenções eficazes de nutrição, especialmente nos primeiros 1000 dias de vida da criança e durante a adolescência.

De acordo com o referido documento, o governo da Guiné-Bissau conta com o apoio do Fundo das Nações Unidas para Infância (UNICEF) e da Cooperação Italiana para a criação de um ambiente para alcançar as metas nutricionais através do reforço da capacitação dos recursos humanos.

« Os recursos humanos que serão capacitados terão a missão de levar a cabo intervenções prioritárias tais como: prevenção da desnutrição crónica, promoção das boas práticas da amamentação e correcta introdução da alimentação complementar, prevenção e tratamento de outras formas de desnutrição inclusive as carências ligadas aos micronutrientes (iodo e vitamina A e ferro) em crianças menores de cinco anos », lê-se na nota.

Dans la même catégorie