ACP Ituri : remise de non vivres à 1360 ménages déplacés de Mahagi ACP Le Premier ministre Sylvestre Ilunga promet de travailler pour l’intérêt des Congolais ACP La HASCO présente ses condoléances aux familles des victimes de l’accident de Mbanza-ngungu AGP Sport/Natation : l’île Kassa abrite la FINA DAY AGP Kaloum/Éducation : Mettre de la rigueur au niveau des classes intermédiaires », dixit le DCE APS SEMAINE DU CINÉMA SÉNÉGALAIS À LA HAVANE DU 23 AU 28 OCTOBRE PROCHAIN APS ENSEIGNEMENT SUPÉRIEUR ET CADRE DE VIE AU MENU D’UN COLLOQUE APS SEMAINE DU CINÉMA SÉNÉGALAIS À LA HAVANE DU 23 AU 28 OCTOBRE PROCHAIN AGP Koubia/Sécurité : Le commandant du bataillon de Mali en tournée dans les postes frontaliers APS POUTINE SUR LE SOMMET RUSSIE-AFRIQUE DE SOTCHI : ’’J’ESPÈRE QUE CE SERA LE POINT DE DÉPART D’UN PARTENARIAT ÉQUITABLE’’

João Costa Alegre é reeleito presidente do Comité Olímpico são-tomense e põe fim a crise olímpica no País


  17 Janvier      0        Sport (2563),

   

São-Tomé, 17 Jan ( STP-Press ) – João Costa Alegre foi reeleito presidente do Comité Olímpico de São Tomé e Príncipe, pondo fim a uma crise eleitoral há mais de dois anos nesta organização por aclamação consensual dos delegados olímpicos quarta-feira na Assembleia Geral testemunhado pelo primeiro-ministro, Jorge Bom Jesus e pelo ministro do Desporto, Vinício de Pina.

Tendo João Costa Alegre reassumido de forma consensual a liderança da organização o seu principal adversário do cargo, Lauriano Soares contentou-se com a pasta de Secretário-Geral enquanto António de Menezes foi eleito 1º vice-presidente, Ayda Quaresma 2ª vice-presidente e Bartolomeu Costa eleito 3º vice-presidente.

Ainda na composição do Comité Executivo, destaque para Edgar Paquete eleito secretário-geral adjunto, Eleutério Fernandes para cargo de Tesoureiro enquanto Eloy Boa Morte, Adelino Neto, Isabel Silva e João Lima Neto foram eleitos membros deste principal órgão do comité olímpico são-tomense.

Na sua intervenção, o ministro são-tomense do Desporto, Vinício de Pina considerou tratar-se « de uma vitória do desporto são-tomense » para depois apelar que  » temos de trabalhar para levantarmos o desporto nacional, conquistando medalhas e elevando o nome do País em pódios internacionais ».

Já o reassumido presidente, João Costa Alegre disse que  » quero felicitar todas a federações e os dirigentes desportivos pela capacidade que tiveram de ultrapassarem mais um obstáculo como este e de pôr os interesses do desporto nacional e dos atletas em primeiro lugar ».

A crise olímpica são-tomense que se alastrava há mais de dois anos deveu-se essencialmente ao desentendimento quanto a legalidade e a legitimidade de duas anteriores assembleias gerais nas quais figuravam outros candidatos ao cargo de presidente da organização, designadamente, Guilherme Neto e Lauriano Soares, cujas pretensões caíram em fracasso como consequência de conflito com a lista de João Costa Alegre.

Fim/RN

Dans la même catégorie