MAP RDC/coronavirus: appui de l’Allemagne pour lutter contre la pandémie APS VERS UNE LEVÉE DES RESTRICTIONS DANS LE SECTEUR DES TRANSPORTS ’’SELON DES MODALITÉS’’ MAP Sénégal/Transport : les restrictions seront levées « selon des modalités à convenir » MAP Sénégal : Vers la reprise des vols intérieurs AIP COVID 19: 86 nouveaux cas confirmés et deux décès en Côte d’Ivoire AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Des jeunes en colère, obstruent la voie Abidjan-Alépé MAP Guinée/coronavirus: 70 millions USD de la BM MAP Niger: 24 millions € de l’Allemagne pour la lutte contre l’insécurité alimentaire MAP Burkina: nouveau plan de riposte au covid-19 MAP Le devenir de l’Afrique post-Covid-19 en débat (Visioconférence)

Kitsurfe’2019: Matchú Lopes lesionado coloca sua participação em dúvida


  27 Février      0        Photos (3522), Sport (3396),

   

Cidade da Praia, 25 Fev (Inforpress)  – O kitsurfista cabo-verdiano naturalizado espanhol Matchú Lopes está entre os potenciais candidatos à conquista do circuito mundial de Ponta Preta, que se iniciou hoje, mas a sua presença na prova está em dúvida, por se encontrar “magoado”.
Em entrevista exclusivo à Inforpress, Matchú Lopes disse que é “muito cool” a organização de mais uma etapa mundial de kitsurf na praia de Ponta Preta, alegando que as condições “estão propícias” para a prática de competição e que os  praticantes estão “muito motivados”, assim como a organização.
“Infelizmente, pessoalmente não me sinto na minha máxima força por causa de uma lesão num dos ombros. Ainda assim, estou em casa, trabalhei muito para esta competição, pelo que estou a fazer um grande esforço para entrar nas águas de Ponta Preta para treinar-me e fazer alguma coisa”, explicou a Inforpress.
Ainda assim, disse estar esperançado em competir, ainda que longe da sua forma habitual, alegando que treinou muito durante este inverno para chegar a prova em alta, e que, tudo fará para competir, desde que  sua condição física lhe permite divertir e trabalhar no que mais gosta.
Realçou que nos últimos três meses esteve implantado na ilha Sal a trabalhar para esta prova, mas que os trabalhos de fisioterapia para a sua recuperação, ao que parece, precisou, “não correram da melhor forma”.
SR/AA

Dans la même catégorie