AIP Les institutions de financement du développement s’engagent à soutenir le processus de transformation du Soudan (communiqué) AIP Election Fif : Sory Diabaté présente son projet de programme aux patrons de presse AIP Reprise des vols: l’OMS recommande des mesures de sécurité aux pays africains AIP Plus de 80 morts lors des protestations contre la mort d’un chanteur éthiopien AIP L’actualisation de la politique nationale de la famille au centre d’un atelier AIP L’Afrique doit former une armada de traders selon un spécialiste marocain de trading AIP Les conflits fonciers sont les plus fréquents dans l’ensemble des trois régions du Poro, de la Bagoué et du Tchologo APS NIORO : L’ADJOINT AU PRÉFET INSISTE SUR LE RESPECT DES MESURES BARRIÈRES DANS LES FOIRAILS AIP Attaque de Kafolo : Le Chef d’état major de l’armée de terre salue le « sacrifice et le courage » des 14 soldats APS 60.5% DES SFD FORTEMENT TOUCHÉS PAR LA PANDÉMIE (ENQUÊTE)

BAD identifica cerca de 20 projectos do sector privado em Cabo Verde avaliados em 478 milhões de dólares


  1 Mars      0        Economy (8013),

   

Cidade da Praia, 01 de Março (Inforpress) – O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) já identificou, no âmbito do compacto lusófono, cerca de 20 projectos do sector privado no montante global de 478 milhões de dólares.
A informação foi avançada hoje pelo economista do BAD para Cabo Verde e Guiné Bissau, Joel Muzima, que integra uma missão que se encontra no País para preparar o documento estratégico de cooperação entre o BAD e Cabo Verde, para o período 2019-2023.
“Vamos fazer a triagem desses projectos e ver até que ponto podem ser financiados também nesta nova janela de oportunidade do compacto que providência, para além da garantia de financiamento, uma componente de assistência técnica para garantir bancabilidade desses projectos”, disse o economista durante a apresentação das linhas directrizes do documento estratégico.
Joel Muzima adiantou que nos últimos cinco anos nenhum projecto do sector privado em Cabo Verde conseguiu aprovação por parte do BAD.
Por isso, o director-geral adjunto do BAD, Serge N’Guessan, salientou a necessidade de se reverter essa dinâmica e trabalhar com as pequenas e médias empresas, já que, conforme indicou, são elas que geram rendimento e criam emprego.
“O sector privado produz riqueza e o sector público facilita os investimentos e é o que Cabo Verde está a fazer. Por isso, toda a estratégia do BAD em Cabo verde é de acompanhar a integração do sector privado no processo de desenvolvimento do país”, disse.
De 2014 a 2018, o BAD disponibilizou 100 milhões de euros para projectos de infra-estruturas.
No entanto, por causa do elevado nível da dívida, o sector público não poderá dar mais o seu contributo, pelo que é preciso uma alavancagem que passa pela introdução de instrumentos inovadores para o apoio ao desenvolvimento do sector privado.
“Nós disponibilizamos 100 milhões ao Estado para projectos de infra-estruturas que são rentáveis. Para o sector privado podemos triplicar o investimento. É neste sentido que esperamos ter uma estratégia para os próximos anos perto de 500 milhões de euros para o desenvolvimento de projectos estruturantes”, sustentou.
No novo documento estratégico em fase de elaboração estão previstos alguns instrumentos como a garantia de créditos, garantias parciais de riscos e outros instrumentos inovadores de forma a permitir que as pequenas e médias empresas consigam o financiamento para os seus projectos.
O Governo, através do vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia, já requereu o apoio do BAD para a realização de um grande fórum de investimento para o sector privado para não só discutir o desenvolvimento de negócios em Cabo Verde como também trazer as melhores práticas internacionais.
Esse encontro, segundo o ministro, deverá contar com a participação de membros de governo e executivos de empresas cabo-verdianas e de outras paragens para juntos discutirem o ambiente de investimento e o clima de negócios em Cabo verde e no mundo e também para fechar contratos de financiamento para projectos estruturantes de privados cabo-verdianos e de privados estrangeiros em Cabo Verde.

Dans la même catégorie