ACP Une réunion de sécurité présidée par le Chef de l’Etat en prévision du prochain Conseil supérieur de la défense ACP La sécurité dans l’Est du pays évoquée à la Présidence de la République ACP Charles Kilosho conduit à sa dernière demeure APS ENTRE MBAYE NIANG ET RENNES, LA FRACTURE S’AGRANDIT APS REPRISE DES COURS : PLUS D’UNE CENTAINE D’ENSEIGNANTS DÉJÀ À DIOURBEL ACI LA BANQUE MONDIALE OCTROIE 11,3 MILLIONS DE DOLLARS POUR SOUTENIR LA LUTTE CONTRE LE CORONAVIRUS ACI LA 9ÈME SESSION ORDINAIRE ADMINISTRATIVE PRÉVUE EN JUIN PROCHAIN ACI LES EXPERTS MÉDICAUX CHINOIS PARTAGENT LEUR EXPÉRIENCE SUR LA RIPOSTE AU COVID-19 ACI SOUTIEN DE LA RUSSIE AUX INDÉPENDANCES DES PAYS AFRICAINS DES ANNÉES 60 ACI LES SOCIÉTÉS RASEL-BEC ET SGEC-CONGO FAVORABES POUR LA RÉHABILITATION DES INFRASTRUCTURES D’EAU AU CHU-B

Futebol: Futebolista Rolando esclarece porque nunca jogou pela selecção de Cabo Verde


  27 Mars      0        Sport (3220),

   

Mindelo, 27 Mar (Inforpress) – O futebolista luso-cabo-verdiano Rolando, a militar no Marselha (França), declarou ao jornal português Expresso que o dia em que foi rejeitado pelo seleccionador de Cabo Verde foi “muito triste”, pois sonhava com a selecção do seu país.
Numa extensa entrevista à rubrica “Tribuna” do conhecido semanário português, Rolando contou a história e o porquê de nunca ter representado a selecção de Cabo Verde, ele que, em outras ocasiões, fora acusado por pessoas desavisadas de ter voltado costas à selecção de Cabo Verde.
“Antes de ser chamado à selecção de Portugal, o seleccionador de Cabo Verde veio falar com o Pelé, que lhe diz que tinha uns problemas familiares para resolver e não podia ir à selecção. O Pelé sugere-lhe que me leve, a mim, porque eu era um miúdo, iria ser o futuro da selecção de Cabo Verde”, contou Rolando, referindo-se a Pelé, com quem, fez dupla de centrais no Belenenses (Portugal).
Em resposta a Pelé, o seleccionador de Cabo Verde, cujo nome Rolando não menciona na entrevista, disse: “O miúdo até não é mau, mas não tem condições para jogar na selecção de Cabo Verde”.
“Foi um dia muito triste para mim que sonhava com a selecção de Cabo Verde, nem sonhava com a selecção portuguesa”, reforçou o defesa do Marselha, que disse ter assistido à conversa entre o seleccionador e Pelé.
Mas como o mundo dá voltas, continuou Rolando, passado uma semana recebeu uma chamada telefónica do treinador Agostinho Oliveira (Portugal) a perguntar se o defesa queria representar Portugal.
Rolando disse que respondeu que não era português e nem documentos tinha, mas Agostinho Oliveira reforçou que só queria “o sim ou o não” porque tratava “do resto”.

Dans la même catégorie