APS REPRISE DES COURS : SEULS 20 % DES ENSEIGNANTS DOIVENT REJOINDRE LEUR POSTE D’AFFECTATION APS COUPE DU MONDE 2018 : LE PATRON DU FOOTBALL BURKINABÈ REVIENT SUR LE MATCH CONTROVERSÉ AFRIQUE SUD-SÉNÉGAL DE 2016 APS LE COMÉDIEN PAPE FAYE ADRESSE UNE LETTRE-VIDÉO AU CORONAVIRUS ‘’TUEUR’’ ACI CONGO/SANTE : NECESSITE DE RENFORCER LE PARTENARIAT POUR AMELIORER L’OFFRE DE LA SANTE AGP Labé-Education: Des listes de 25.613 candidats déposées pour les examens. AGP Yomou/Santé : Une jeune dame de 27 ans donne naissance à un triplé par césarienne APS DES RESSORTISSANTS DE LA RÉGION DE MATAM OFFRENT 110 TONNES DE RIZ AU DÉPARTEMENT DE KANEL APS MAMADOU THIERNO TALLA ANNONCE LE LANCEMENT D’UN JOURNAL ÉCONOMIQUE, L’INFO APS LA FÉDÉRATION SÉNÉGALAISE DE FOOTBALL VA VERSER 343.748.000 FRANCS CFA AUX ARBITRES ET AUX CLUBS GNA COVID-19 control: Sunyani hawkers complain about closure of Bosoma market

Futebol/Fogo: Conselho Jurisdicional julga protesto de Atlético de “parcialmente procedente”


  3 Avril      1        Sport (3220),

   

São Filipe, 03 Abr (Inforpress) – O Conselho Jurisdicional da Associação Regional de Futebol julgou “parcialmente procedente o protesto do Atlético”, aplicou suspensão de 30 dias ao jogador e 20 mil escudos de multa a Valência, mas não atribuiu vitória à formação dos Mosteiros.

Na semana passada depois da última jornada do regional do primeiro escalão, o Atlético dos Mosteiros, penúltimo classificado do regional com 13 pontos e despromovido ao segundo escalão, deu entrada a um protesto contra Valência por alegada utilização de jogador de forma irregular na partida da primeira volta, oitava jornada, entre as duas formações, que terminou empatada a uma bola, na tentativa de conquistar mais dois pontos que lhe garantia a manutenção.

O Conselho Jurisdicional que solicitou o parecer de um especialista na área jurídica, segundo a deliberação tornada pública na terça-feira, reconheceu que “houve irregularidade na utilização do jogador de Valência” no jogo contra o Atlético a contar para a oitava jornada.

Adiantou que o “resultado desse jogo foi homologado tacitamente, porquanto, já se tinham decorrido mais de trinta dias após a realização do referido jogo sem que tivesse havido qualquer protesto pendente”, não obstante o Atlético ter declarado no dia da sua realização de que teria jogado sob protesto.

Dans la même catégorie