AGP Six morts et 2 blessés dans deux accidents de la circulation à Essassa et à Kango APS CASAMANCE : UN LOT D’ÉQUIPEMENTS AGRICOLES REMIS AUX PAYSANS DU BLOUF APS UN ÉCRIVAIN ÉVOQUE LA CHALEUR HUMAINE DU SANDAGA DE SON ENFANCE APS COVID-19 : LES DROITS ET LA SANTÉ DES FEMMES « MIS À L’ÉPREUVE » (ENQUÊTE) ANGOP PR augura reforço da cooperação com Malawi ANGOP Covid-19: Angola sem registo de casos positivos nas últimas 24 horas MAP Souss-Massa: Les examens du Baccalauréat se poursuivent dans « d’excellentes conditions » (Responsable) AGP Dubréka-Société : 06 morts et 04 blessés sur la nationale N°3 à Gbantama. AGP Guinée/politique : Lancement du mouvement Nouvelle Génération Politique (NGP) AGP Boké/Covid19: La SMB offre des matériels médicaux à l’hôpital régional.

PR aprova plano para fomentar emprego


  22 Avril      1        Society (17485),

   

Luanda,22 de Abril (ANGOP)  – Um Plano de Acção para a Promoção da Empregabilidade (PAPE), no valor de 21 mil milhões de kwanzas (58,3 milhões de euros), foi aprovado em decreto 113/19 de 16 deste mês, pelo Presidente da República, João Lourenço.
Segundo a edição desta segunda-feira (22) do Jornal de Angola, que cita a Lusa, o PAPE estabelece que os empregos sejam criados e absorvidos pelo sector produtivo da economia e não pela administração pública.
A verba será proveniente do Orçamento Geral do Estado (OGE) e do Fundo de Petróleo, lê-se na publicação, que adianta que o PAPE, que  será  desenvolvido em todo o território nacional por um período de três anos,  servirá de “instrumento de gestão operacional destinado a fomentar e apoiar o espírito de iniciativa na juventude”.
O plano pretende apoiar também os empreendedores já estabelecidos e os emergentes, bem como formar jovens empreendedores nos domínios técnico-profissional e de gestão de pequenos negócios, e deverá contribuir para o processo de promoção da inclusão financeira, fiscal e social dos jovens, além de fomentar o cooperativismo e o associativismo juvenil.
Cerca de 83 mil e 500 jovens serão directa e preferencialmente abrangidos pelo PAPE, incluindo 12 mil jovens capacitados nos domínios do empreendedorismo e gestão de negócios, 15 mil capacitados em cursos de curta duração, três mil inseridos no mercado informal, através da reconversão de pequenas actividades geradoras de ocupação e renda, e 1.500 formados nos níveis 3 e 4 de Formação Profissional, inseridos em programas de estágios profissionais.
Segundo dados recentes do INE, referentes a 2018, a taxa de desemprego em Angola situa-se nos 28,8%.

Dans la même catégorie