AIP Arrivée à Abidjan du président rwandais Paul Kagamé AIP Du matériel didactique offert à des écoles primaires au Togo LINA Liberia, Guinea Sign Implementation Accord On Mining Deal ACP L’élection du Président Félix Antoine Tshisekedi relève de la volonté de Dieu, selon A. G. Kyungu ACP Six morts dans un affrontement entre les Bakata Katanga et les forces de l’ordre à Lubumbashi GNA Veep participates in 2019 Financial Times Africa Summit in London GNA The first Bridge Digital Library project launched at Tema West APS L’EUROPE DOIT SE RAPPROCHER DAVANTAGE DES PAYS DU SUD (ACTEUR) LINA Pres. Weah Declares October 11 “International Day Of The Girl Child” APS LA SITUATION NUTRITIONNELLE DES NOURRISSONS LOIN D’ÊTRE ’’PRÉOCCUPANTE’’ À FATICK (ACTEUR)

Futebol: Kiki retira-se da presidência da Académica da Praia


  12 Juin      0        Photos (3183), Sport (2563),

   

Cidade da Praia, 12 Jun (Inforpress)  – O presidente da Académica da Praia, Alcides Tavares, também conhecido como Kiki, deixa a presidência do clube com o dever cumprido “em situação estável e com um plantel capacitado” para a reconquista do campeonato.
Este antigo futebolista do Futebol Clube do Porto deixa a presidência do clube com “títulos e dever cumprido”, após um mandato de praticamente três épocas que resultaram num campeonato de Cabo Verde, uma Super Taça de Cabo Verde, um campeonato regional de Santiago Sul, uma Taça Praia, todos conquistado pela equipa de futebol e um campeonato de Cabo Verde de xadrez, em apenas três temporadas.
Tranquiliza os associados e simpatizantes do clube, alegando que deixa a equipa montada para a próxima temporada, como candidata ao título, com patrocinador garantido durante a época e como a equipa mais estável de Santiago, e “quiçá de Cabo Verde”.
“Recebi a Académica no zero, sequer com uma única ficha. Sem qualquer patrocinador. Em menos de 50 dias formei uma equipa campeã de Cabo Verde”, recorda Alcides Tavares, que doravante promete abandonar definitivamente o futebol em Santiago Sul e cortar qualquer ligação com o Estádio da Várzea.
Na hora de partida, Alcides Tavares fez questão reconhecer o “apoio imprescindível” recebido por Victor Fidalgo durante o seu mandato, extensivo ao chefe de equipamento da Académica, Funa, considerado um “elemento-chave” pela Académica, por ser “um incansável” que inicia o dia bem cedo no transporte de todos os jogadores do clube para os treinos.
Kiki avançou que está a deixar o clube, uma vez que já cumpriu o seu mandato e que cabe agora à mesa da assembleia constituir uma Comissão de Gestão, de imediato, com vista a realização da assembleia-geral constituinte para novos órgãos sociais deste clube emblemático da capital.
SR/AA

Futebol: Kiki retira-se da presidência da Académica da Praia


  12 Juin      0        Photos (3183), Sport (2563),

   

Cidade da Praia, 12 Jun (Inforpress)  – O presidente da Académica da Praia, Alcides Tavares, também conhecido como Kiki, deixa a presidência do clube com o dever cumprido “em situação estável e com um plantel capacitado” para a reconquista do campeonato.
Este antigo futebolista do Futebol Clube do Porto deixa a presidência do clube com “títulos e dever cumprido”, após um mandato de praticamente três épocas que resultaram num campeonato de Cabo Verde, uma Super Taça de Cabo Verde, um campeonato regional de Santiago Sul, uma Taça Praia, todos conquistado pela equipa de futebol e um campeonato de Cabo Verde de xadrez, em apenas três temporadas.
Tranquiliza os associados e simpatizantes do clube, alegando que deixa a equipa montada para a próxima temporada, como candidata ao título, com patrocinador garantido durante a época e como a equipa mais estável de Santiago, e “quiçá de Cabo Verde”.
“Recebi a Académica no zero, sequer com uma única ficha. Sem qualquer patrocinador. Em menos de 50 dias formei uma equipa campeã de Cabo Verde”, recorda Alcides Tavares, que doravante promete abandonar definitivamente o futebol em Santiago Sul e cortar qualquer ligação com o Estádio da Várzea.
Na hora de partida, Alcides Tavares fez questão reconhecer o “apoio imprescindível” recebido por Victor Fidalgo durante o seu mandato, extensivo ao chefe de equipamento da Académica, Funa, considerado um “elemento-chave” pela Académica, por ser “um incansável” que inicia o dia bem cedo no transporte de todos os jogadores do clube para os treinos.
Kiki avançou que está a deixar o clube, uma vez que já cumpriu o seu mandato e que cabe agora à mesa da assembleia constituir uma Comissão de Gestão, de imediato, com vista a realização da assembleia-geral constituinte para novos órgãos sociais deste clube emblemático da capital.
SR/AA

Dans la même catégorie