APS CASAMANCE : UN LOT D’ÉQUIPEMENTS AGRICOLES REMIS AUX PAYSANS DU BLOUF APS UN ÉCRIVAIN ÉVOQUE LA CHALEUR HUMAINE DU SANDAGA DE SON ENFANCE APS COVID-19 : LES DROITS ET LA SANTÉ DES FEMMES « MIS À L’ÉPREUVE » (ENQUÊTE) ANGOP PR augura reforço da cooperação com Malawi ANGOP Covid-19: Angola sem registo de casos positivos nas últimas 24 horas MAP Souss-Massa: Les examens du Baccalauréat se poursuivent dans « d’excellentes conditions » (Responsable) AGP Dubréka-Société : 06 morts et 04 blessés sur la nationale N°3 à Gbantama. AGP Guinée/politique : Lancement du mouvement Nouvelle Génération Politique (NGP) AGP Boké/Covid19: La SMB offre des matériels médicaux à l’hôpital régional. GNA BOST shuts head office over COVID-19

Teatro: Grupo teatral Fladu Fla leva “Homem, Eterno Prisioneiro” ao Festival Internacional do Cazenga em Angola


  15 Juillet      4        Arts & Cultures (924),

   

Cidade da Praia, 15 Jul (Inforpress) –  A companhia de teatro Fladu Fla sobe ao palco da 14ª edição do Festival Internacional de Teatro do Cazenga em Luanda (Angola), este domingo, 14   com a peça teatral “Homem, Eterno Prisioneiro”.
Segundo informou esta sexta-feira à Inforpress o presidente da companhia, Sabino Baessa, o grupo que já está a caminho de Luanda é composto por duas atrizes e um actor, nomeadamente, Nancy Marins, Edla Barros e Álvaro Cardoso.
“Na mala, Fladu Fla leva a peça de teatro “Homem, Eterno Prisioneiro”. Os mangolês da banda que se preparem porque o limite de Fladu Fla é o infinito, por isso, numa simbiose entre a teoria da criação e a teoria da evolução das espécies encontra-se o homem numa luta incansável pela sobrevivência e na conquista pela sua liberdade”, lê-se na pagina do grupo.
Sob o lema “Juventude, arte e cidadania: O futuro nas nossas mãos”, de acordo com informações da organização, na sua página, na internet, nesta edição, participam grupos de Angola, da África do Sul, Brasil, Moçambique, Cabo Verde, Portugal e Estados Unidos.

Dans la même catégorie