ACP L’ITTIE/international accorde 18 mois à la RDC pour mettre en œuvre les mesures correctives GNA Farmers in UER receive animals under RFJ ACP Les journalistes de Kinshasa informés de l’introduction du nouveau vaccin contre la diarrhée à Rotavirus GNA PfFJs farmers call on government to build capacity of local seed producers GNA Gov’t to include cybersecurity education in school curricular GNA Gov’t to include cybersecurity education in school curricular ACP Les anciens membres du cabinet PT-NTIC perçoivent leur prime de rétrocession ACP Arrivée à Mbanza-Ngungu du Président Félix Antoine Tshisekedi GNA Vodafone rebrands Enterprise Unit GNA Vodafone rebrands Enterprise Unit

Porto Novo: Borboleta “tuta absoluta” dizima culturas de tomate e repolho com prejuízos de milhares de contos


  16 Juillet      0        Economy (6282),

   

Cidade da Praia, 16 Jul (Inforpress) – A borboleta “tuta absoluta”, praga conhecida como “traça do tomateiro”, está a deixar afitos os agricultores no concelho do Porto Novo, em Santo Antão, com prejuízos de “milhares” de contos nas culturas de tomate e repolho.
“Traça do tomateiro”, que chegou a Porto Novo há quase uma década, concentra, sobretudo, nos vales da Ribeira Fria e Ribeira dos Bodes, onde tem destruído culturas do tomate e repolho, com “enormes” danos para os agricultores, que se dizem “aflitos” com o poder de destruição dessa praga.
O presidente da associação dos agricultores em Ribeira dos Bodes, Jailson Monteiro, avançou à Inforpress que essa praga tem provocado estragos de “milhares” de contos aos agricultores dessas duas localidades, que têm tentado combate-la, mas sem quaisquer resultados práticos.
“Só aqui em Ribeira dos Bodes, os prejuízos registados, este ano, ultrapassam um milhar de contos”, informou.
Este agricultor informou que os produtores já recorreram a iscos, mas o facto é que “tuta absoluta” continua a destruir culturas de tomate e repolho, para o “desespero” da classe, que clama pela intervenção do Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA).
Adilson Silva, produtor agrícola em Ribeira Fria, confirmou que a acção daninha de “tuta absoluta” tem “desanimado” os lavradores.
Ribeira Fria é considerada um dos maiores produtores do tomate na ilha de Santo Antão, mas a presença de traça do tomateiro, segundo os agricultores, está a pôr em risco esse “estatuto”, pelo que exorta o MAA a encontrar “uma forma eficaz” de combater a praga, que “ataca, seriamente”, esta cultura.
A borboleta “tuta absoluta” foi detectada, pela primeira vez, no Porto Novo, em 2010, e o seu combate tem sido “uma preocupação constante”, segundo os técnicos dos serviços locais do MAA.
JM/ZS

Dans la même catégorie