APS GRÈVE DE 48H : LES TRANSPORTEURS DE LOUGA EN ORDRE DE BATAILLE MAP Burkina/coronavirus : Reprise des cours après trois mois de suspension MAP Guinée/coronavirus : 65 nouveaux cas, 3771 au total MAP Burkina/coronavirus : levée du couvre-feu à compter du mercredi MAP Burkina/coronavirus : levée du couvre-feu à compter du mercredi AIP Le RHDP appelle les nouveaux majeurs à s’enrôler pour la CNI à Tengrela AIP Les délégués de sections du RHDP de Tengrela sensibilisés sur la CNI GNA SMEs urged to use the COVID-19 alleviation fund for its purpose GNA Research Reveals health facilities in Northern Ghana not ready to manage COVID-19 GNA Powerlifting Association President is dead

COMENTÁRIO: Futebol/Inter-Ilhas: Selecção de Santiago vence Santo Antão (2-1) e conquista a Taça Independência


  17 Juillet      2        Sport (3220),

   

Cidade da Praia, 17 Jul (Inforpress) – A selecção de Santiago conquistou esta terça-feira o penta na Taça Independência (Inter-Ilhas) ao vencer o colectivo de Santo Antão por 2-1 na final disputada hoje a tarde no Estádio Orlando Rodrigues, em Tarrafal de São Nicolau.
Numa partida em que as duas equipas, com muito apoio das torcidas, começaram a procura da posse da bola, a primeira oportunidade pertenceu a Santo Antão, com Chalote a desperdiçar uma grande oportunidade na cara do guardião de Santiago, Oblak.
Santo Antão que, aliás dominou os primeiros dez minutos do jogo, empurrando Santiago para a sua grande área. A formação santiaguense viria assumir o comando do jogo a partir do minuto 20, imprimindo mais velocidade nos seus passes curtos, criando, desta forma, sérios problemas para a defesa adversária.
Mesmo assim, Santo Antão não baixou os braços, com o suspeito do costume, Chalote, aparecendo várias vezes na zona defensiva de Santiago, tendo sido, inclusive, algumas vezes parado com recurso à “faltas cirúrgicas”.
O primeiro golo do surgiu ao minuto 41 e pertenceu a selecção de Santiago. Após uma perda da defensiva de Santo Antão, Tchubasco recebeu o esférico na zona central e, calmamente, dentro da grande área só teve de escolher o lado e atirar para fora do alcance do guarda-redes adversário, Dinei.
O golo de Santo Antão teve assinatura de Tucim, este que marcou no primeiro minuto do segundo tempo. Num cruzamento de Oceano, que se encontrava descaído na ponta esquerda, Tucim aparece no primeiro poste e manda para dentro da baliza defendida por Oblack. Delírio nas bancadas do “Orlando Rodrigues”.
Este golo de Santo Antão despertou ainda mais o jogo, com as duas equipas a atacar em busca do desempate. Mas foi Santiago quem chegou a este feito. Sandey, que entrou no decorrer do segundo tempo, aproveitou da melhor forma possível uma bola pingada para dentro da área adversária. Estava assim feito o 2 a 1.
GSF/CP

Dans la même catégorie