AIP Côte d’Ivoire-AIP/L’intérimaire du sous-préfet de Yocoboué traduit la solidarité de l’administration aux populations AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Le nouveau sous-préfet de Ndouci a pris service APS LE STADE DEMBA DIOP DÉSORMAIS MIS À LA DISPOSITION DE LA FSF APS LES BIBLIOTHÉCAIRES INVITÉS À INTÉGRER LES LANGUES NATIONALES DANS LEUR TRAVAIL APS KOLDA : DES ACTEURS LOCAUX INITIÉS À LA GESTION DURABLE DES DÉCHETS SOLIDES APS UN PROGRAMME DE 30 MILLIARDS POUR LE DÉVELOPPEMENT DE L’ARTISANAT APS MACKY SALL AU SOMMET SUR LA LUTTE CONTRE LES FAUX MÉDICAMENTS GNA KOFARB Ghana to establish paint production plant in Ghana GNA Abutia – Tedeafenui D/A Basic School gets five-unit classroom block AIP Côte d’Ivoire-AIP/ L’UNAFEHCI célèbre les enfants handicapés et ceux des personnes handicapées

Brava: Edil recomenda professores a insistirem com os alunos e mostrar-lhes situações práticas do dia-a-dia


  19 Juillet      4        Innovation (1698), Society (12161),

   

Cidade da Praia, 19 Jul (Inforpress) – O presidente da Câmara Municipal da Brava, Francisco Tavares, recomendou aos professores da ilha, nesta quinta-feira, durante o acto do encerramento do ano lectivo, a insistirem com os alunos e trazer-lhes para a realidade.
No seu discurso, o edil afirmou que, mesmo tendo em conta os dados apresentados, a melhoria das condições físicas da Escola Secundária Eugénio Tavares, “não acompanhou” a melhoria a nível do aproveitamento.
Daí, aproveitou para chamar a atenção dos presentes, em relação ao discurso que ouviram ao longo de vários anos, segundo o qual, a ilha possuía uma escola secundária menos apetrechada e um edifício velho.
“Foram criadas as condições e os resultados não aparecem. Isso tudo, leva-nos, ao longo dessas férias, a pensar um pouco mais, no que terá falhado. O sistema de ensino; o governo; a delegação escolar; a câmara municipal; a gestão do complexo; os professores; os pais encarregados de educação ou os alunos?”, questionou o edil, acrescentando que, na sua opinião, é um “mix de todos estes sectores que podem ser o motivo desse resultado”.
Por isso, o edil pediu aos docentes que insistam com os pais e encarregados da educação e com os alunos, mostrando-lhes que a dedicação, o esforço e o estudo terão como consequência a melhoria da qualidade de vida, principalmente dos próprios alunos e, consequentemente, da sociedade e da família.
Perante tal cenário, sugeriu aos professores que na sala de aula tirem cinco minutos para conversarem com os alunos sobre um pouco da experiência de vida, com o intuito de os alertar que “os perigos da sociedade moderna são muito apetecíveis e que a vida “muito bonita das redes sociais é uma ilusão e a emigração é algo cada vez mais difícil e exigente”.
Por isso, ajuntou, a classe docente deve continuadamente insistir com os alunos de que é preciso “mais dedicação aos estudos” e que a Brava precisa e precisará deles, mas preparados, formados, capacitados, principalmente para realizarem as tarefas e as oportunidades que o futuro oferecerá.
MC/JMV

Dans la même catégorie