GNA Science Farmer’s Day Themes: National Themes of Farmer’s over the decades GNA CSIR-Scientists introduce three improved rice varieties to farmers GNA Advans Ghana crowned the Best Company in Charitable Giving ANP Fonds d’aide à la presse 2018 : plus de 185 millions de francs CFA répartis aux médias privés INFORPRESS Governo anuncia chegada de um novo barco para reforçar as ligações marítimas inter-ilhas INFORPRESS ARC considera orçamento de 2020 insuficiente para fazer face as necessidades num ano eleitoral INFORPRESS ACV promove sessão cultural de celebração da morna e de aniversários natalícios de poetas e artistas cabo-verdianos AIP Côte d’Ivoire-AIP-Inter / Les nominés à la Caf Awards 2019, connus AIP Côte d’Ivoire/ L’Amicale des directeurs de Gagnoa offre une trentaine de poches de sang AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Festibo 7: Une cérémonie d’ouverture riche en son et en couleur

Domingos Simões Pereira espera ganhar na primeira volta das eleições


  12 Novembre      9        Politics (5985),

   

Bissau,12 Nov 19(ANG) – O candidato à presidência Domingos Simões Pereira disse que espera ganhar logo na primeira volta mas que está preocupado com o nível de abstenção que defende deve ser combatido.
“O povo é que decide. Eu penso que, por aquilo que nós temos visto, há uma grande determinação do povo em resolver tudo à primeira volta. Agora há um grande desafio, que é reduzir o nível da abstenção”, afirmou Domingos Simões Pereira, candidato apoiado do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), numa breve em Canchungo, norte da Guiné-Bissau.
Domingos Simões Pereira falava aos jornalistas antes de iniciar mais um comício da campanha eleitoral.
Em relação à abstenção, o candidato mostrou-se confiante pelo trabalho de sensibilização em curso.
“Penso que é o próprio povo que está determinado em reduzir o nível dessa abstenção”, considerou Domingos Simões Pereira.
De acordo com a Comissão Nacional de Eleições, a abstenção, nas últimas eleições, as legislativas realizadas em março, situou-se na ordem de 15,3%. Dos 761.676 inscritos, exerceram direito de voto 645.085 pessoas.
Sobre a campanha eleitoral, Domingos Simões Pereira referiu estar a decorrer “muito bem”, destacando ser “uma festa da democracia” com mobilização e participação do povo nas localidades que já visitou.
O político reuniu-se segunda-feira com alguns chefes tradicionais de algumas aldeias das quais ouviu preocupações e pedidos caso venha a ser eleito.
À Lusa respondeu sobre o que pensa ser o papel dos líderes tradicionais no futuro da Guiné-Bissau.
“Eu entendo que é fundamental que se deva ter em conta o enquadramento do poder local, o poder tradicional na estrutura da organização do Estado, porque senão é uma sequência que se parte em algum sítio”, defendeu Domingos Simões Pereira.
O candidato frisou ainda que o poder tradicional é eleito pelo povo nas bases, daí ser “um complemento do poder do administrativo mais moderno”.
Onze outros candidatos estão na corrida presidencial cujas eleições devem ocorrer dentro de 13 dias .

Dans la même catégorie