GNA MTN FA Cup: Hearts cruise into Round of 32, Kotoko stunned GNA Let’s own 2020 Population and Housing Census GNA ‘Avoid electioneering violence’- Kwahumanhene to the youth GNA African youth optimistic about the Continent’s future – survey GNA Results of MTN FA Cup matches played over the weekend GNA GJA President cautions journalists against false information GNA NBSSI and Cocoa Life empowers youth in cocoa communities GNA Public urged to report unprofessional acts of health staff MAP Le rôle clé du Maroc en Afrique mis en avant sur la chaîne sud-africaine Enca News MAP Le rôle clé du Maroc en Afrique mis en avant sur la chaîne sud-africaine Enca News

Jorge Carlos Fonseca defende em Maputo uma CPLP ao serviço dos povos


  17 Janvier      2        Politics (6957),

   

Praia, 17 Jan (Inforpress) – O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, defendeu quinta-feira que a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) deve estar mais ao serviço dos povos e cidadãos e não se limitar a ser um fórum de entidades estatais.

“No âmbito da CPLP, temos que trabalhar em conjunto para que essa comunidade seja cada vez mais uma comunidade de povos e de cidadãos do que de Estados”, afirmou o chefe de Estado cabo-verdiano, falando após se encontrar, em Maputo, com o seu homólogo moçambicano, Filipe Nyusi, que esta quarta-feira foi empossado para o segundo mandato presidencial.

O Presidente de Cabo Verde, que exerce a presidência rotativa da CPLP, assinalou que o aprofundamento dos vínculos entre os Estados da organização lusófona passa igualmente por uma maior aproximação entre os povos.

Com Moçambique, prosseguiu, Cabo Verde pretende identificar áreas de cooperação, para que os laços na área diplomática se traduzam em resultados práticos para os cidadãos dos dois países.

“Falámos da necessidade de reforço do nosso relacionamento bilateral e para isso vamos acertar, brevemente, uma data para uma visita minha, de Estado, aqui a Moçambique”, acrescentou Jorge Carlos Fonseca.

O turismo, transportes, agricultura, desporto e energias renováveis são domínios em que os dois países poderão cooperar, frisou.

A CPLP é composta por Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Dans la même catégorie