AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Les forces de défense et de sécurité à Korhogo présentent leurs condoléances à la famille du Premier ministre AGP Guinée-Covid-19 : 88 nouveaux cas positifs pour un cumul de 5.969 cas confirmés de coronavirus GNA Ghanaian Christian leaders mourn Evangelist Morris Cerullo ANGOP Covid-19: Angola regista dois mortos e 21 casos positivos nas últimas 24 horas GNA NPC celebrates 2020 World Population day digitally GNA KMA procures motor bikes to facilitate environmental-sanitation work GNA Carlos Ahenkorah’s negative test for coronavirus should assuage negative propaganda-NPP Chairman GNA Licensed Surveyors donate PPEs to Lands Commission GNA EC registers 7,296 people in Agona East AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Un ex-démobilisé condamné deux ans de prison pour avoir tailladé trois policiers à Bouna

Sociedade/Confronto por posse de terra resulta em um morto em Suzana


  27 Mai      11        Society (17485),

   

Bissau,27 Mai. 20(ANG) – Confronto entre populares da tabanca de Elia e Arame, na Secção de Suzana, sector de São Domingos, região de Cacheu, resultou em um morto, um desaparecido e sete feridos.
De acordo com o Jornal Donos da Bola, das sete pessoas feridas, seis pertence a Tabanca de Elia e um de Arame.
O confronto se registou no passado dia 23 de maio, com versões diferentes relatadas ao semanário.
Segundo o jornal, que cita uma fonte da vila de Arame , o cenário aconteceu na tarde de Sábado último (23) ,após os populares da tabanca de Elia terem dado sinais de ameaças, através de rituais tradicionais nas matas de Cassú, tendo depois concretizado tais ameaças com ataques contra populares de Arame, quando estes estavam num trabalho coletivo (preparação de terreno de cultivo de arroz –“Npampam”).
“De regresso após o ataque, os mesmos homens (agressores) de Elia, deram-se de frente com os da tabanca de Arame que estavam nas suas hortas de cajueiros e os atacaram, o que levou os de Arame a reagir, atingindo seis homens de Elia, e um deles também foi atingido”, relatou o reporter de Donos da Bola.
Conforme a versão dos populares de Elia, seus homens foram atacados de surpresa por indivíduos da tabanca de Arame, quando estavam nas suas atividades diárias nas hortas de cajueiros, e eles, no momento, sem defesa decidiram fugir do local, e quando voltaram para enfrentar os de Arame estes ja haviam se retirado do local, mas deixando uma vítima mortal e um desaparecido entre populares de Elia.
Segundo o Jornal, as forças de segurança deslocaram para o local horas depois do acontecimento e os feridos foram transferidos para hospital setorial de São Domingos, e já estão fora de perigo.
Segundo Donos da Bola, trata-se de um conflito que já dura há mais de vinte anos sem pronunciamento do tribunal sectorial de Bissorã, onde o processo sobre o assunto se encontra “engavetado”.
O fenómeno de confrontos armados entre aqueles populares, ressurgiu no mês de Março de 2019, quando a tabanca vizinha de Elia foi atingida pelas mudanças climáticas (inundação das águas salgadas), tendo recorrido a tabanca de Arame para encontrar um espaço para abrigar as vítimas da calamidade natural.
Mais tarde. os populares da povoação de Elia vieram a reivindicar a pertença do espaço cedido alegando que, são os seus antepassados que praticavam o cultivo ali, apresentando como prova as delimitações feitas na época colonial, uma exigência que não foi aceite pelos aramenses.
Desde Março de 2019 até a data presente já houve três mortos confirmados e dois desaparecidos, todos de tabanca de Elia.
No passado dia 14 de Maio foram registados dois mortos, sendo um no local e outro horas depois no hospital, num conflito pela posse de terra entre os populares da povoação de Reino de Bijimita e de Cufongo no Setor de Quinhamel, Região de Biombo.

Dans la même catégorie