Inforpress Acidente aéreo em Santo Antão que ceifou a vida a 18 pessoas completa hoje 21 anos Inforpress Aldeias SOS e Unicef pretendem criar agenda colaborativa para avaliar directrizes sobre os direitos das crianças Inforpress Câmara da Praia disponibiliza terrenos em Alto da Glória e Achada Mato para o programa “Praia Habitar”  Inforpress Cerca de 3.600 beneficiários introduzidos a partir deste mês no Rendimento Social de Inclusão Emergencial Inforpress Cruz Vermelha: Falta de pagamento integral do salário de Julho poderá desencadear outras formas de luta – SISCAP Inforpress Fogo: Primeiro-ministro preside lançamento da obra de asfaltagem da estrada de acesso a porto e algumas vias urbanas Inforpress Ilha do Sal: Proprietários de bares nos Espargos reclamam por alargamento do horário de funcionamento AGP Faranah/Education : 19.168 candidats pour cette évaluation du CEE 2020. AGP Guinée-Covid-19 : Un taux de guérison de 88.2% sur un cumul de 7.664 cas positifs. AGP Boké/Infrastructures : Réparation des points noirs de la voirie urbaine

Direcção Geral da Cultura/Secretário de Estado diz que não foram despejados da antiga instalação sita no “Império”


  10 Juillet      2        Arts & Cultures (924),

   

Bissau, 10 Jul 20 (ANG) – O Secretário de Estado de Cultura (SEC), disse hoje que os funcionários afectos à Direcção Geral  deste pelouro não foram despejados da antiga instalação sita na Praça dos Heróis Nacionais(Império) contrariamente à boatos que circulam no país e nas redes sociais.

Em entrevista exclusiva à Agência de Notícias da Guiné (ANG), Francelino da Cunha disse que um acto de despejo só pode acontecer no momento em que o proprietário da casa presta queixa judicial ao seu rendeiro, por motivo de acumulação de dívidas, o que segundo disse, não foi o caso.

O governante acrescentou  que a DG da Cultura foi transferida para outro edifício porque o executivo tem outros planos para as instalações onde funcionava.

Disse que  a nova sede da Direcção Geral da Cultura vai ser conhecida oportunamente.

 “Fomos apresentados propostas de três instalações para escolhermos uma, mas no momento estamos a estudar a possibilidade de escolher qual delas será melhor para o nosso funcionamento”, disse Cunha.

Aquele responsável assegurou  que as próximas instalações que vai ocupar apresentará melhores condições, e vai poder albergar todos os funcionários daquela instituição.

“Na anterior sede funcionava somente a Direção Geral de Cultura, porque o próprio Secretário de Estado da Cultura instalou o seu gabinete no Palácio de Governo, e eu não tinha como controlar os funcionários uma vez que estávamos dispersos e distantes um do outro”, disse acrescentando  que a mudança de edifício da Direcção Geral da Cultura não representa algo estranho.

Transeuntes estranharam quinta-feira a mudança da DG da Cultura com equipamentos,máscaras e vários outros pertenças dessa direcção na rua, e rapidamente boatos circularam de que o edifício vai passar a pertencer a Presidência da República.

O antigo Gabinete dos ex-Primeiro-ministros, Martinho Ndafa Cabi e Carlos Gomes Júnior e antiga sede do Ministérios dos Negócios Estrangeiros havia sido cobiçado tempos passados  pelo Ministério dos Combatentes da Liberdade da Pátria.

Na mesma área está a sede da Ordem dos Advogados, igualmente alvo de boatos a favor da Presidência da República mas a administração da Ordem já veio dizer que não receberam nem notificação nem ordem de despejo, para dizer que nada do que se diz está a acontecer.

Dans la même catégorie