GNA One dead, three injured in Volta Region secessionist disturbance AIP Visite d’Etat dans la Marahoué : Plaidoyer pour un appui technique et financier aux femmes du vivrier de Zuénoula AIP Alassane Ouattara invite les jeunes au travail pour consolider la paix AIP Identification: Le DG de l’ONECI à Bouaké pour s’enquérir de la situation de l’opération sur le terrain AIP Le secrétaire d’État chargé du service civique vante les mérites de son département AIP Des blogueuses se forment à la prévention des discours de haine sur les réseaux sociaux AIP La coordination RHDP du Kabadougou lance sa précampagne AIP Deux comités de veille et de prévention des conflits installés à Bondoukou APS DES JEUNES PÉPITES DE LA CAN U17 COMMENCENT À QUITTER LEUR NID APS BAISSE DE PLUS DE 50 % DES NOUVEAUX CAS DE COVID DANS AU MOINS 6 PAYS AFRICAINS

Carmen Liliana Furtado empossada como presidente de Alta Autoridade para a Imigração


   

Cidade da Praia, 04 Ago (Inforpress) – O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, investiu hoje Carmen Liliana Barros Furtado nas funções de presidente de Alta Autoridade para a Imigração (AAI), instituição criada para coordenar e implementar políticas e medidas no sector da imigração.
A AAI, no quadro das suas actividades, tem o foco especial na instalação e monitoramento de um sistema integrado, a nível nacional, para o acolhimento e integração dos imigrantes em Cabo Verde.
Esta entidade, que vem responder às recomendações do II Plano de Acção da Imigração e Inclusão Social de Imigrantes, vai ter um papel “importante” numa melhor articulação a nível de vários sectores em ordem a responder às solicitações da população imigrante.
A presidente ora empossada prometeu implementar um sistema integrado a nível nacional para o atendimento dos que procuram Cabo Verde para viver, assim como a instalação de unidades locais para a imigração.
Comprometeu-se, ainda, harmonizar a legislação e os procedimentos , bem como a produção de regularização do acesso a serviços e direitos e o reforço da coordenação e articulação institucional e o reforço do conhecimento sobre a imigração no país.
A prevenção e o combate à discriminação e o reforço do movimento associativo do imigrante e suas relações com a sociedade são, entre outras promessas que a presidente da AAI definiu cumprir.
Por sua vez, o chefe do Governo disse que a AAI está em “boas mãos”, tendo e conta que a presidente foi directora-geral da Imigração que foi extinta para dar lugar a Alta Autoridade para a Imigração.
Para Ulisses Correia e Silva, a AAI vem reforçar os trabalhos até agora realizados no sector da imigração.
“Criámos esta instituição com o objectivo de reforçar a nossa acção governativa, integração e coordenação das políticas no domínio da imigração”, indicou Correia e Silva, para quem com a criação da referida entidade o Governo está a cumprir com um dos propósitos, que é a integração e “boa inclusão social” dos imigrantes em Cabo Verde.

Dans la même catégorie