AMI La Mauritanie assure la présidence de la 36eme session de l’Assemblée générale de l’Organisation arabe du développement agricole APS L’ONFP VA FORMER 1.500 JEUNES DE DIOURBEL À L’ENTREPRENEURIAT AGRICOLE APS LE SECTEUR PRIVÉ APPELÉ À ENGAGER ‘’LE SURSAUT NATIONAL’’ FACE AUX ENJEUX DE LA REPRISE ÉCONOMIQUE APS GRICULTURE : MACKY SALL DÉCIDE DE FAIRE SUPPRIMER LA PRIME FIXE SUR L’ÉLECTRICITÉ APS LE PRÉSIDENT SALL PRESSE LE GOUVERNEMENT D’ACCÉLÉRER « LE DÉMARRAGE EFFECTIF DES AGROPOLES’’ AGP Gabon: Lutte contre les inégalités de genres: Ali Bongo reçoit le rapport final GNA NIA registers more than 15 million Ghanaians AGP Guinée/Présidentielle 2020 : Un collectif des médecins s’engage à soutenir la candidature du Pr. Alpha Condé GNA Report conflicts in ways that will promote peace – Peace Council GNA Ghana and European Union sign €92.9 million financing agreement

Campus do Mar: “Objectivo é dotar São Vicente e o País de recursos humanos qualificados em economia azul” – primeiro-ministro


  20 Août      46        Politique (13),

   

Mindelo, 20 Ago (Inforpress) – O primeiro-ministro declarou hoje, no Mindelo, que o “objectivo central” da criação do Campus do Mar é dotar São Vicente e Cabo Verde de recursos humanos qualificados nos vários domínios da economia azul.

Por isso, Ulisses Correia e Silva, ao discursar no acto de posse dos diferentes responsáveis do novel Campus do Mar, sediado em São Vicente, que integra a Universidade Técnica do Atlântico (UTA), o Instituto do Mar (Imar) e a Escola do Mar, referiu-se às competências e capacidades técnicas e científicas e o saber-fazer como os recursos “mais importantes e determinantes” para a implementação da Zona Económica Especial Marítima (ZEEM), na ilha.

É que, após nomear, um por um, os nove elementos que compõem os responsáveis das três unidades do Campus do Mar e mostrar-se ciente de que irão fazer “um grande trabalho”, o primeiro-ministro concretizou que a ZEEM começa a ser concretizada na sua componente “mais estruturante”, ou seja, o conhecimento, a investigação/desenvolvimento e a formação profissional.

“Com a criação do Campus do Mar estamos a dar uma orientação estratégica muito clara ao ensino superior, à investigação e à formação como impulsionadores e suportes do desenvolvimento da economia azul em Cabo Verde”, precisou Ulisses Correia e Silva.

Ademais, lembrou, com a criação do Ministério da Economia Marítima, da ZEEM, Campus do Mar e Terminal de Cruzeiros, o Governo fez uma “opção clara” por um modelo focado na vocação regional de São Vicente, assente na história económica da ilha ligada ao mar e nas oportunidades que se abrem para o futuro próximo.

Trata-se, continuou, de uma aposta na “transformação estrutural” da economia cabo-verdiana através da valorização da tradição marítima de São Vicente e dos recursos do mar, em diversos domínios como o eco turismo, a actividade portuária, os transportes, a energia, a indústria, a aquacultura, a reparação naval e o bunkering.

Na ocasião, o chefe do Governo anunciou que “brevemente” serão empossados os órgãos directivos da ZEEM, aprovados que já se encontram os estatutos da autoridade gestora, seguindo-se a atracção de “bons parceiros privados” para os investimentos capazes de posicionar Cabo Verde como uma “plataforma de referência” de serviços marítimos, tendo a ZEEM como “o grande impulsionador”.

Por fim, Ulisses Correia e Silva considerou a tomada de posse dos diversos órgãos gestores do Campus do Mar como um momento em que se “planta conhecimento” para produzir “efeitos transformadores na vida das pessoas e do País”.

No acto, realizado no Centro Oceanográfico do Mindelo, discursou ainda o presidente da Câmara Municipal de São Vicente para quem o Campus do Mar virá “enriquecer ainda mais” a história da ilha, sempre “ponteada pela sua importância” no ensino e na educação dos jovens cabo-verdianos.

Augusto Neves referiu ainda que se torna necessário continuar a mostrar que o crescimento económico e social de Cabo Verde passa “necessariamente” pelo desenvolvimento e “disseminação ampla” da ciência do mar, da tecnologia e da inovação.

Na cerimónia de hoje foram empossados Raffaella Gozelino (reitora), João do Monte Duarte e Maria Osvaldina Silva, para equipa reitoral da Universidade Técnica do Atlântico (UTA), António Fernandes, Lídia de Melo e Manuel Vicente Silva, para o conselho de administração da Escola do Mar, e Malik Lopes, Elísia da Cruz e Vito Ramos, para o conselho directivo do Instituto do Mar (Imar).

Dans la même catégorie