GNA Two Districts in Central Region to benefit from COVID-19 vaccination GNA More malaria deaths recorded amid Covid-19 pandemic GNA South Tongu MP donates to Dabala Senior High Technical School GNA Zakat Sadaqa Trust Fund awards 25 personalities in Western Region GNA Zakat Sadaqa Trust Fund awards 25 personalities in Western Region APS RÉHABILITATION ARCHITECTURAL DE SAINT-LOUIS : LE MAIRE ÉVOQUE DES SUCCESSIONS DIFFICILES APS L’UCAD, « FIÈRE » DE SES ANCIENS ÉTUDIANTS DEVENUS PRÉSIDENTS, « EST EN TRAIN DE SE CONSOLIDER » (RECTEUR) APS SÉDHIOU : LE BOUDIÉ MOBILISÉ CONTRE LE COVID-19 GNA Chirano Gold Mine gives Scholarship to 30 tertiary students APS DES MISSIONS LOCALES DE L’EMPLOI ET DE L’ENTREPRENARIAT INSTALLÉES À TAMBACOUNDA

Santo Antão: Governo deseja “colaboração activa” dos municípios na instalação do ensino superior


  19 Janvier      5        Innovation (3537),

   

Porto Novo, 19 Jan (Inforpress) – O ministro da Educação, Amadeu Cruz, deseja a “colaboração activa” das câmaras municipais de Santo Antão no processo de instalação, ainda do decurso deste ano lectivo, do Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Agrárias, na ilha.

Amadeu Cruz disse à Inforpress que “há verbas” no Orçamento do Estado deste ano para a instalação do instituto, pelo que é necessária a “especial colaboração activa” das câmaras municipais, sobretudo na “construção dos consensos sobre a localização” deste estabelecimento de ensino superior.

No âmbito da sua visita a Santo Antão, que decorre desde domingo, 17, o ministro da Educação encontrou-se, segunda-feira, 18, com o presidente da Associação dos Municípios de Santo Antão, Orlando Delgado, para abordar o processo de instalação do ensino superior na ilha, tendo pedido “celeridade na construção dos consensos” sobre a localização desta instituição.

Os municípios santantonenses tinham manifestado, em Novembro, durante uma visita da reitora da Universidade Técnica do Atlântico (UTA), Raffaella Gozzelino, a Santo Antão, o desejo de “trabalhar” com a reitoria desta universidade na “concretização do ensino superior” na ilha.

Porém, ainda não existe acordo entre os autarcas quanto à localização do instituto, com a autarquia porto-novense a considerar que Porto Novo oferece “melhores condições”, tanto do ponto de vista de infra-estruturas, como de recursos humanos, para sediar esta instituição.

Em finais de Dezembro, a Câmara Municipal do Porto Novo reiterou a sua “disponibilidade em cooperar” com o Ministério da Educação, com vista à instalação no município do pólo universitário “virado para as ciências e tecnologias agrárias”.

JM/AA

Dans la même catégorie