AGP Guinée-Sénégal CAN 2021 : Kaba Diawara satisfait et promet de se remettre au travail pour les prochains matchs AGP Conakry/Société : Des kits socioprofessionnels pour 19 enfants en situation de vulnérabilité AGP Kankan-Justice : Passation entre les procureurs entrant et sortant au tribunal de 1ère instance AGP Guinée : Les opérateurs économiques reçus par le président de la transition GNA Ecotoursim contributes $1.2 billion to GDP in 2020 GNA Venture Capital Trust Fund invest in more than 60 companies GNA Reinstate GN Bank’s license-PPP appeals to President Akufo-Addo AIP Côte d’Ivoire-AIP/ La pisciculture et ses infrastructures expliquées aux élèves de Tiébissou et de Didiévi AIP Côte d’Ivoire-AIP/ Les résultats des concours administratifs des 20 et 21 novembre seront disponibles le 18 janvier 2022 (Ministère) AIP Côte d’Ivoire-AIP/ La caravane humoristique « Bonjour 2022 » fait bientôt escale à Danané

Embaixador de Cabo Verde junto das Nações Unidas promete diplomacia pautada no equilíbrio e assertividade


  15 Octobre      3        Coopération (978),

   

Cidade da Praia, 15 Out (Inforpress) – O novo embaixador de Cabo Verde junto das Nações Unidas, Júlio Morais, prometeu hoje pautar por uma diplomacia multilateral no equilíbrio e assertividade que caracterizam o País como parceiro “credível e seguro”.
Júlio Morais fez esta promessa ao intervir na cerimónia do seu empossamento conferido pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Integração Regional, Rui Figueiredo.
Começou por expressar o seu reconhecimento ao Governo pela “confiança depositada” para desempenhar tão altas e nobres funções, sendo uma “honra e orgulho” para si.
Neste sentido, avançou, Cabo Verde continuará a pautar a sua diplomacia multilateral no equilíbrio, assertividade e bom senso que o caracterizam como parceiro credível seguro e útil no diálogo intercivilizacional no concerto das nações.
“O foco da nossa acção continuará a concentrar-se na paz e segurança, desenvolvimento sustentável, financiamento e desenvolvimento na acção climática e os direitos humanos”, assinalou, reiterando que, assim, Cabo Verde dará continuidade à “defesa intransigente” de um sistema multilateral “mais forte e inclusivo”, ancorado dentro das Nações Unidas.
Por seu turno, o ministro Rui Figueiredo reafirmou a confiança do Executivo na escolha do embaixador Júlio Morais para representar Cabo Verde junto das Nações Unidas.
“Estou certo de que, pela sua experiência, pela sua garra e pela forma como tem dirigido os serviços centrais do Ministério dos Negócios Estrageiro, representará da melhor forma os interesses de Cabo Verde”, sublinhou.
O governante acrescentou ainda ser “importante” Cabo Verde ter representantes nas Nações Unidas para garantir a visibilidade e levar a “mensagem modesta”, mas coerente para a construção de um mundo cada vez melhor.
Júlio Morais, que vinha desempenhando a função de director nacional de Assuntos Políticos, Económicos e Culturais do Ministério dos Negócios Estrangeiros, substitui no cargo José Luís Rocha.

Dans la même catégorie