- FAAPA ENG - http://www.faapa.info/en -

João Costa Alegre é reeleito presidente do Comité Olímpico são-tomense e põe fim a crise olímpica no País

São-Tomé, 17 Jan ( STP-Press ) – João Costa Alegre foi reeleito presidente do Comité Olímpico de São Tomé e Príncipe, pondo fim a uma crise eleitoral há mais de dois anos nesta organização por aclamação consensual dos delegados olímpicos quarta-feira na Assembleia Geral testemunhado pelo primeiro-ministro, Jorge Bom Jesus e pelo ministro do Desporto, Vinício de Pina.

Tendo João Costa Alegre reassumido de forma consensual a liderança da organização o seu principal adversário do cargo, Lauriano Soares contentou-se com a pasta de Secretário-Geral enquanto António de Menezes foi eleito 1º vice-presidente, Ayda Quaresma 2ª vice-presidente e Bartolomeu Costa eleito 3º vice-presidente.

Ainda na composição do Comité Executivo, destaque para Edgar Paquete eleito secretário-geral adjunto, Eleutério Fernandes para cargo de Tesoureiro enquanto Eloy Boa Morte, Adelino Neto, Isabel Silva e João Lima Neto foram eleitos membros deste principal órgão do comité olímpico são-tomense.

Na sua intervenção, o ministro são-tomense do Desporto, Vinício de Pina considerou tratar-se « de uma vitória do desporto são-tomense » para depois apelar que  » temos de trabalhar para levantarmos o desporto nacional, conquistando medalhas e elevando o nome do País em pódios internacionais ».

Já o reassumido presidente, João Costa Alegre disse que  » quero felicitar todas a federações e os dirigentes desportivos pela capacidade que tiveram de ultrapassarem mais um obstáculo como este e de pôr os interesses do desporto nacional e dos atletas em primeiro lugar ».

A crise olímpica são-tomense que se alastrava há mais de dois anos deveu-se essencialmente ao desentendimento quanto a legalidade e a legitimidade de duas anteriores assembleias gerais nas quais figuravam outros candidatos ao cargo de presidente da organização, designadamente, Guilherme Neto e Lauriano Soares, cujas pretensões caíram em fracasso como consequência de conflito com a lista de João Costa Alegre.

Fim/RN