GNA Students with visual impairment call for government support GNA Three jailed 144 months for stealing GNA EPA to sponsor Best Environmental Journalist ACP Neuf nouveaux cas confirmés d’Ebola notifiés vendredi au Nord-Est de la RDC ACP La RDC est le troisième pays au monde le plus touché par la drépanocytose ACP Une réponse rapide et adaptée s’avère cruciale pour contenir l’impact de l’épidémie de rougeole en RDC, selon MSF ACP Début de la vaccination en ring élargi autour des cas confirmés au Sud Kivu dans le territoire de Mwenga ACP Rappel à l’observance des mesures conservatoires de prévention d’accidents dans le secteur fluvial ACP Le HCR enquête sur le retour volontaire des réfugiés burundais dans leur pays ACP Sud Kivu: Le chef a.i de la MONUSCO en visite de travail à Uvira

Fogo: Master plan de turismo das ilhas do Fogo e da Brava identifica duas dezenas de projectos prioritários


  16 Juillet      8        Economie (6087),

   

Cidade da Praia, 16 Jul (Inforpress) – O master plan das ilhas do Fogo e da Brava, socializados esta segunda-feira, num workshop, identificou duas dezenas de projectos prioritários, cuja implementação traduzirá no desenvolvimento do sector de turismo.
De entre os 20 projectos identificados no master plan, cuja versão definitiva ainda não está concluída, destacam-se a requalificação e ampliação do aeródromo de São Filipe, a emergência de heliporto, a melhoria da acessibilidade entre as ilhas do Fogo e Brava, a requalificação dos portos de Furna (Brava) e Vale dos Cavaleiros (Fogo).
A construção de uma rede de infra-estruturas de lazer e básicas, a criação de centros interpretativo e de acolhimentos, rede de miradouros, actividades recreativas e de ecoturismo, melhoria do acesso à praia de Fonte Bila, fortalecimento dos núcleos de Nova Sintra (Brava), Mosteiros, Cova Figueira e São Filipe (Fogo) e conservação do Parque Natural do Fogo são outros projectos definidos como prioritários e que serão implementados no horizonte 2030, em função das necessidades e dos recursos.
O ministro do Turismo, José Gonçalves, que presidiu ao acto de socialização do plano, disse que este é um importante passo naquilo que é o ordenamento turístico das ilhas do Fogo e da Brava para potenciar todas as grandes valências, quer culturais quer naturais e gastronómicas que as duas ilhas têm.
O coordenador e especialista em planeamento turístico Pedro Lira disse que o documento monstra como estruturar o turismo, assim como as acções e projectos a serem implementados até 2030 nas duas ilhas, buscando fortalecer o que ali que já existe, como os circuitos existentes e a criação de novos circuitos e produtos.
JR/JMV

Dans la même catégorie