MAP L’interaction entre le Conseil de paix et de sécurité de l’Union africaine et la Commission de l’UA au centre d’une réunion sous la Présidence marocaine du Conseil STP-Press São Tomé e Príncipe lamenta e pede desculpas por vandalismo nas instalações da embaixada de Portugal STP São Tomé e Príncipe e Guiné-Equatorial assinam acordo de empréstimo de 1, 6 milhões de dólares MAP Le Mali salue hautement l’importance qu’accorde le Maroc à la formation des étudiants maliens AGP Marathon du Gabon-2019 : 17 milles places disponibles cette année APS MAMADOU TALLA VEUT PROMOUVOIR UNE « ÉCOLE DE LA RÉPUBLIQUE » ET DE LA « RÉUSSITE » APS L’UNAPAD, UNE NOUVELLE STRUCTURE DÉDIÉE AU SECTEUR AGROPASTORAL APS OBLIGATIONS ASSIMILABLES DU TRÉSOR : LE SÉNÉGAL RÉCOLTE 55 MILLIARDS GNA World Vision invests some US$1million in Kadjebi District for seven years GNA KATH oncology expansion project almost ready

ONG espanhola entrega viveiros florestais à Direcção- geral de Florestas e Fauna


  16 Juillet      11        Environnement/Eaux/Forêts (1241),

   

Bissau, 16 jul 19 (ANG) – A Organização Não-Governamental espanhola BOSQUE que opera na Guiné-Bissau entregou esta segunda-feira à Direcção geral de Florestas e Fauna viveiros florestais na tabanca de Mbunhe sector de Bissorã, região de Oio.
Segundo a Rádio Jovem, a cerimónia de entrega contou com a presença de representantes sectoriais, delegado regional de florestas, representantes da ONG BOSQUE, Embaixador de Reino de Espanha, e do Director-geral de Florestas e Fauna.

Ao presidir a cerimónia, o Embaixador do Reino de Espanha, Marcos Rodrigues Canteiro disse que o seu país está disponível para trabalhar com a autoridade da Guiné-Bissau para a implementação dos projectos de conservação do ambiente e florestais, assim como o desenvolvimento sustentável.

Considerou a reconstrução de floresta sustentável de um trabalho complicado por isso pediu a colaboração de toda a gente, em particular, da comunidade e técnicos.

O Director-geral de Florestas e Fauna, Augusto Fernando Cabi disse que o governo através da sua direcção está engajado em fazer a replantação de árvores em todo o país, particularmente nas zonas onde foram cortadas mais árvores.

Informou que a sua direcção conseguiu empilhar o viveiro que tinha 7 metros quadrado para 3 hectares e meio com viveiros em diferentes zonas do país nomeadamente em Coli, sector de Quebo e Pirada região de Gabu, que segundo ele, são criados no quadro da descentralização de viveiros para cada província.

Cabi adiantou que, no próximo ano, vão produzir um milhão de plantas em sementeiras.
O Coordenador da ONG BOSQUE, Inácio Marceles agradeceu a população da tabanca de Mbunhe pela disponibilidade e colaboração na efectivação e consolidação de viveiros florestais, acrescentando que a população beneficiou de muitos apoios através dos projectos de desenvolvimento comunitário devido a sua colaboração e disponibilidade.

O viveiro florestal da tabanca de Mbunhe tem 200 mil diferentes tipos de plantas, nomeadamente bissilom, pau de conta, pau de carvão.

Outros viveiros foram feitos nas diferentes regiões do país através de estruturas das delegacias de florestas e vão ser distribuídos e plantados em todo o território nacional, a partir do dia 17 do mês corrente, em extensões de de três e quatro hectares em cada região.

Dans la même catégorie