ACP Le ministre des Affaires sociales s’imprègne du fonctionnement du FNPSS en RDC ACP Une nouvelle attaque rebelle fait 12 morts à Djudju ACP Le regroupement politique AA/a Kutu soutient les actions diplomatiques du Chef de l’Etat ACP Le Président Félix Tshisekedi promet un meilleur partenariat aux hommes d’affaires wallons GNA Treat books as friends not enemies-Pupils told GNA NORSAAC trains stakeholders on revenue mobilisation GNA George Afriyie counts on support of clubs to succeed AIP Présentation officielle de la mutuelle autonome des enseignants ANGOP Marrocos apresenta-se com vila artística na Bienal ANG Falta de ação contra aquecimento global pode custar 20 bilhões de dólares por ano em ajuda humanitária

Política do livro e da leitura é também um bastião do Governo da IX Legislatura – Abraão Vicente


  23 Avril      29        Arts & Cultures (707), Livres (74), Photos (3587),

   

Cidade da Praia, 23 Abr (Inforpress) –  O ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente reafirmou hoje que a política do livro e, consequentemente, da leitura, é também um bastião do Governo da IX Legislatura.
Abraão Vicente fez essas considerações na sua mensagem alusiva à comemoração do Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor, tendo realçado que são duas datas de “extrema importância” para todos e duas questões “muito caras para Cabo Verde e de elevada importância”.
Focando no Dia Mundial do Livro, afirmou que o livro é uma das ferramentas importantes para o dia-a-dia, para o conhecimento e para ajudar as pessoas a desenvolverem-se cada vez mais e melhor.
Neste sentido, reafirmou que a política do livro e, consequentemente, da leitura, é também um bastião do Governo da IX Legislatura.
“A reorientação do sistema de publicações de livros em Cabo Verde, começando com os clássicos da nossa literatura, é o cumprimento de um desiderato no nosso país, uma vez que também esses 10 grãozinhos se cultivaram grandes poetas, escritores, ensaístas”, lê-se no comunicado a que a Inforpress teve acesso.
Conforme referiu, a Biblioteca Nacional de Cabo Verde, no âmbito da execução da política de promoção do livro e da leitura tem traçado como acções prioritárias a formação dos dinamizadores de leitura e de bibliotecas.
O Plano Nacional de Leitura (PNL), de acordo com o ministro, faz parte também de uma forte política deste Governo.
“Uma medida cuja aposta é dar resposta aos baixos níveis de literacia da população cabo-verdiana, tendo como premissa um conjunto de estratégias e ações consideradas fundamentais para a plena aquisição de competências de leitura”, sublinhou.

Dans la même catégorie