NAN World Athletics Championships: 25 athletes to represent Nigeria NAN FIFA Ranking: Nigeria drop by one spot, now 34th ANGOP L’UGD enregistre une baisse dans l’émission des titres à 25,92 pour cent ANGOP L’Angola et les Etats-Unis vivent un bon moment dans les relations ANGOP Le PR aborde des questions d’intérêt bilatéral avec ses homologues AIB Radio Burkina : 22,2% d’auditeurs insatisfaits de la couverture du Tour du Faso (mémoire) ANGOP DRC refugees repatriation postponed sine die AIB Burkina : 96 écoles occupées, 9514 élèves parmi les déplacés dans 3 régions (Ministre) ANGOP CASA-CE hails Government economic measures AIB Radio Burkina : 22, 2% d’auditeurs insatisfaits de la couverture du Tour du Faso (mémoire)

Preços dos produtos importados diminuíram 1,7%, em Março – INE


  22 Avril      23        Economie (6485),

   

Cidade da Praia, 22 Abr (Inforpress) – Os preços dos produtos importados diminuíram 1,7%, em Março, valor inferior em 0,4 pontos percentuais face ao registado no mês anterior, com a taxa de variação mensal dos preços dos produtos exportados a fixar-se em 1,1%.
De acordo com dados do Índice de Preços do Comércio Externo, tornados públicos hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), este valor é, entretanto, superior em 2,8 pontos percentuais  face ao registado em Fevereiro, sendo que taxa de variação mensal registada pelo Índice de Termos de Troca foi de 2,9%, face ao valor registado no mês anterior.
De acordo com a fonte, o índice de preço da importação em Março situou-se em 103,2 resultando um decréscimo de 1,7%, relativamente ao mês anterior, com os índices, subjacente e volátil na importação a verificaram, neste mesmo período, decréscimos de 0,3% e de 5,5%, respectivamente, face ao mês anterior.
A variação positiva que contribuiu para a atenuar a descida do índice, refere o INE, ocorreu no grupo “combustíveis” (1,6%), justificada com a subida da única subcategoria denominada “combustíveis” (1,6%).
As diminuições dos preços mais expressivos ocorreram nos bens de consumo (-1,3%) explicada essencialmente pela descida dos preços de “produtos alimentares primários” (-5,0%), bens intermédios (-4,6%), devendo fundamentalmente pela descida dos preços de “peças para material de transporte” (-23,2%) e bens de capital (-14,9%) justificada pela descida de preços de máquinas (-16,7%).
Em termos homólogos, cita a fonte, o índice de preço da importação aumentou 5,1%, relativamente ao mês de Março de 2018, pois que o índice, subjacente na importação, verificou em Março de 2019, um acréscimo de 7,6% e o volátil diminui 1,4%, face ao mês de Março de 2018.
Na rubrica Índices de Preços da Exportação, em Março situou-se em 104,9%, equivalente a um acréscimo de 1,1%, face ao mês anterior, uma vez que os  índices, subjacente e voláteis na exportação, verificaram em Março de 2019, acréscimos de 0,9% e de 1,7%, respectivamente, face ao mês anterior.
Em termos homólogos, em Março de 2019 a taxa de variação homóloga do índice de preço das exportações situou-se em 4,3%, pelo que comparativamente ao Março de 2018, o índice subjacente na exportação registou um acréscimo de 6,1% e o volátil diminuiu 0,2%.

Dans la même catégorie